Atualizado em: 27 agosto 2012

Frases da Carminha em Avenida Brasil

Fique ligado nas frases que a vilã da novela fala, ela não poupa ninguém quando está nervosa.
Você Sabia?
A expectativa maior do público é saber quem vai se dar bem nessa história toda: Carminha ou Nina. Em “Avenida Brasil” as duas têm uma relação antiga permeada por muito ódio, nojo e mágoas.
Frases da Carminha

Carminha, a vilã de “Avenida Brasil” solta várias frases cômicas e maldosas.

A novela “Avenida Brasil” está fazendo bastante sucesso, no horário em que a programação vai ao ar fica todo mundo de olho para ver o que a enigmática história que envolve vários personagens reserva para os telespectadores. Uma das maiores expectativas é o que vai acontecer com a Carminha, a mulher das frases surpreendentes.

Adriana Esteves na pele de Carminha tem se mostrado uma grande atriz e para dar ainda mais o ar de vilã à personagem muitas de suas falas simplesmente marcam de tão duras, severas e maldosas.

publicidade:

Em “Avenida Brasil” vê-se uma mulher malvada, mas que utiliza tão bem seus artifícios e é capaz de ser cômica ao mesmo tempo. Na novela ela não poupa ninguém, até seus aliados sofrem com o jeito da madame.

A Quem Atinge as Frases de Carminha

O principal alvo de Carminha é a coitada da Ágatha, quando o assunto é ser grossa a menina sofre na mão da mãe que fala os maiores absurdos e faz xingamentos que fazem referência ao porte da criança.

Max sempre foi um pau mandado e é tratado como um animal pela megera que diz  gostar do rapaz, mas mesmo assim não perde a oportunidade de humilhá-lo quando estão a sós.

Carminha

Carminha a vilã de Avenida Brasil.

Frases da Carminha

“Sua mãe morreu! Está morta e enterrada debaixo da terra, sacou, peste?! As minhocas já comeram o corpo dela! Agora tem eu aqui, a mulher do seu pai!”
“Não quero muito da vida não. Eu quero é tudo.”
“A vida é uma guerra: é você ou ela.”
“Minhas costas não são carne de segunda pra bater desse jeito, não.”
“Promete uma coisa, Max. Se eu for baleada, tira o boné? Era só o que me faltava, morrer e ainda aparecer na capa dos jornais de boné.”
“Meu amor, qual a melhor forma de botar a mão numa grana preta nesse país? Política, meu bem.”
“Eu mandei você jogar a Rita no lixo e ela voltou como Nina. É essa porcaria de reciclagem, né? A gente joga uma coisa fora e, na hora que vê, a coisa volta anos depois, reciclada em outra porcaria.”
“Quando eles chegarem, cadê a Nina que tava aqui? Carminha comeu!”
“Se ela é serpente, eu sou jiboia! Eu quero abocanhar aquela desgraçada e engolir ela viva.”
“Minhas costas não são carne de segunda pra bater desse jeito.”

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook