Atualizado em: 23 abril 2009

Brahma pode excluir Ronaldo de propaganda na TV

Segundo o Conselho Nacional de Auto-regulamentação Publicitária, a denúncia feita pela cervejaria Schincariol contra a rival Brahma com o atacante Ronaldo, foi aceita, pois iria contra o código de ética do mercado publicitário brasileiro.

Segundo a denúncia, a campanha vincula o sucesso do jogador ao consumo de cerveja e o forte apelo de Ronaldo com o público infantil deveria impossibilitar sua aparição em anúncios deste tipo de propagandas como bebidas alcoólicas.

publicidade:

Outra ponto negativo também, é que o código do Conar exclui qualquer possibilidade de associação de atletas com uniforme de esportes olímpicos em qualquer tipo de propagandas de bebidas alcoólicas.

Segundo informações do órgão regulador, os representantes do conselho de ética devem julgar o caso em 20 ou 30 dias.

Por motivo de tantas polemicas, alguns ajustes já foram feitos no comercial, como a substituição da fala de Ronaldo “eu sou brahmeiro” por “eu sou guerreiro”.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook