Atualizado em: 6 julho 2012

Twitter cederá parte do controle das patentes a funcionários

O twitter se tornou em pouco tempo uma das mais conhecidas e usadas redes sociais do mundo. Esta ferramenta serviu para aproximar ainda mais fãs de seus ídolos e hoje é um dos meios mais usados para reclamar de empresas e saber o que está acontecendo no mundo.
Você Sabia?
Twitter revolucionou a forma de se comunicar na internet. Eram apenas 140 caracteres para enviar uma mensagem para os seguidores "amigos". Hoje é possível postar Fotos e Vídeos.
Twitter é um sucesso em todo o mundo.

Twitter é um sucesso em todo o mundo.

A plataforma de microblogging propôs um novo acordo de patentes (IPA ) que será levado a termo ao longo deste ano. Esta é uma forma inovadora de tratar a propriedade intelectual dos avanços técnicos no software, porque o Twitter fará questão de todos os seus direitos , mas os funcionários terão controle parcial sobre suas próprias criações.

O Innovator’s Patent Agreement (IPA) é a nova proposta do Twitter para gerenciar o controle de patentes. Este é um negócio que poderá impedir que se trave o processo inovativo através de reivindicações de propriedade intelectual, como às vezes acontece.

publicidade:

O Twitter planeja implementar o IPA entre seus engenheiros e designers ao longo deste ano. O acordo irá transferir parte dos direitos de patente para os empregados que as tenham criado. Assim, a empresa não será a única proprietária titular. A mais importante consequência é que não se poderá processar outra empresa por esta questão sem o consentimento do funcionário.

Entre os privilégios fornecidos pelo IPA aos empregados, estão impedir que o Twitter  use suas patentes para atacar outras empresas. Na verdade, o acordo propõe que os direitos sejam usados exclusivamente como arma de defesa.

Isso irá impedir que os desenvolvedores e designers assinem contratos que tenham cláusulas que os obriguem a desistir de todos os direitos de suas criações para a empresa.

Desta forma, o Twitter se coloca muito a frente do seu tempo no que concerne ao gerenciamento de patentes e suas aplicações práticas no mundo dos negócios corporativos.

Autor: Roberto Silva

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook