Atualizado em: 23 abril 2013

Tecnologia para detecção de armas e drogas

O scanner ThruVision TS4, esta sendo negociado pela Digital Barriers, com empresas brasileiras para ser produzido em território brasileiro.
Você Sabia?
Que a invenção da pólvora pelos chineses e a sua introdução e desenvolvimento do seu uso na Europa após a Idade Média revolucionou as armas. Surgiram então os canhões, mosquetes, pistolas.
960d2a739559aef2711dc722d448fc5b

Tecnologia que detecta armas à distância é atração em feira

A empresa britânica Digital Barriers, expôs na  Feira Internacional de Defesa e Segurança LAAD, o maior evento do setor de Defesa e Segurança da América Latina, que foi realizada no Rio de Janeiro, o scanner ThruVision TS4.

Trata-se na verdade de uma câmera que escaneia objetos escondidos em baixo das roupas das pessoas, a uma distância de até 10 metros de distância, sem a necessidade de se despir as pessoas.

publicidade:

Sobre o Aparelho

O aparelho, que foi desenvolvido por pesquisadores britânicos e exposto pela primeira vez na feira do Rio de Janeiro, identifica desde homens- bomba até pessoas com armas e drogas escondidas no corpo.

O scanner ThruVision TS4,  é portátil e compacto e transmite imagens de alta qualidade para uma tela instalada em um centro de controle. Sendo que ao invés de emitir raios para detectar o que as pessoas escondem, o ThruVision capta a energia natural irradiada pelas pessoas e, dessa forma, identifica objetos que bloqueiam esse sinal. Podendo inclusive detectar, em tempo real, objetos de qualquer tamanho, inclusive pó, gel, líquidos escondidos sob as roupas de uma pessoa, a uma distância que varia de 4 a 10 metros, conforme o tipo de material escondido.

O scanner ThruVision TS4, foi desenvolvido originalmente pela empresa ThruVision System, mas sua patente foi adquirida pela Digital Barriers no ano passado.

Informação

O aparelho é capaz de scanear inclusive pessoas em movimento, e está sendo negociada pela Digital Barriers com organismos de segurança do Brasil, para auxiliar na segurança dos próximos eventos no Brasil, como a Copa das Confederações e a Jornada Mundial da Juventude.

Há também negociações em andamento para a fabricação do scanner ThruVision TS4, por empresas brasileiras em parceria com a empresa britânica Digital Barriers.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook