Atualizado em: 31 janeiro 2011

Super material apontado como sucessor do silício

36541341654

Este artigo traz uma notícia que pode mudar sua vida completamente, ou pelo menos, a vida dos seus filhos. Um novo material que pode substituir o silício, usado em componentes eletrônicos, pode fazer com que o custo de produção e o consumo de energia diminuam exponencialmente e as implicações positivas que isto representa.

publicidade:

O sucessor do silício em chips de computador pode não ser o tão apregoado grafeno, mas outro material desenvolvido por pesquisadores europeus.

Segundo os físicos na Ecole Polytechnique Fédérale de Lausanne, um novo material descoberto, chamado molibdenita consome até 100 mil vezes menos energia do que o silício e pode ser mais fácil de trabalhar que o grafeno.

A molibdenita, disseram os pesquisadores, é abundante na natureza e é atualmente utilizada em ligas de aço e de lubrificantes, embora não tenha sido previamente estudada para uso em eletrônica.

“É um material bidimensional, muito fino e fácil de usar em nanotecnologia. Ela tem potencial real para a fabricação de transistores muito pequenos, diodos emissores de luz (LEDs) e células solares”, disse o professor da EPLF, Andras Kis, acrescentando que a molibdenita (MoS2) é muito mais compacta do que silício, enquanto ainda permite que os elétrons circulem livremente.

“Em uma folha de 0,65 nanômetros de espessura feita de MoS2, os elétrons podem se mover tão facilmente como em uma folha de dois nanômetros de espessura de silício”, disse ele. “Mas no momento não é possível fabricar uma folha de silício tão fino quanto uma folha de monocamada de MoS2.”

Segundo a pesquisa, os condutores usando molibdenita, consomem 100.000 vezes menos eletricidade do que o silício em modo stand-by.

Via EPFL

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook