Atualizado em: 3 maio 2011

RIM lança o novo BlackBerry Bold

A RIM lançou nesta segunda-feira uma versão atualizada do seu smartphone BlackBerry Bold com sistema operacional melhor, processador mais poderoso e chip NFC.

blackberry_logo_61469A RIM surpreendeu os investidores na semana passada com novas informações sobre seus lucros, diminuindo as expectativas apenas algumas semanas antes de emitir um quadro desolador de resultados.

As vendas de seus telefones foram ficando cada vez mais fracas, especialmente no vital mercado dos EUA e América Latina, onde a Apple e a Google crescerem substancialmente. Não que qualquer produto individual vai mudar a percepção dos investidores sobre a empresa, mas a RIM acaba de lançar uma versão renovada do famoso Blackberry Bold.

publicidade:

“Será necessário fazer uma atualização de todo o portfólio de produtos com atualizações do sistema operacional”, disse o analista da Evercore Partners, Alkesh Shah, após o anúncio de segunda-feira.

As ações da RIM negociadas em os EUA caíram 0,99 por cento, para 48,17 dólares  na segunda-feira, depois de despencar mais de 14 por cento na sexta-feira após a divulgação das informações sobre os lucros.

O novo BlackBerry Bold é um modelo mais orientado para o mercado de negócios, tem tela de 2,8 polegadas, e mantém o teclado Qwerty físico que se tornou marca registrada da empresa, além de ter um processador de 1,2 GHz.

Ele será lançado com um chip de comunicação sem fio de alta frequência (NFC, na sigla em Inglês), permitindo que o telefone seja usado como uma “carteira eletrônica”, disse o executivo na conferência anual do BlackBerry em Orlando, Flórida.

A empresa canadense lançou um aplicativo de videoconferência para seu novo tablet, o PlayBook. Também foi lançado BlackBerry Balance, um programa para permitir que dados pessoais e empresariais coexistam sem comprometer a confidencialidade das comunicações.

Durante anos, empresas e agências governamentais em todo o mundo têm dado o BlackBerry para milhões de trabalhadores necessitados de acesso móvel aos aplicativos de seus escritórios, mas agora muitos preferem o iPhone e o Apple iPad, e outros dispositivos que funcionam com plataforma Android, da Google.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook