Atualizado em: 15 julho 2011

Quem invadiu a PlayStation Network?

Neste artigo, fazemos uma rápida reflexão sobre quem poderia estar por trás do recente ataque e roubo de dados de 77 milhões de usuários da PlayStation Network.

psn2Depois do roubo de mais de 77 milhões de contas da PlayStation Network, todos devem estar se perguntando quem fez isso. Não só os geeks são capazes de penetrar na segurança de uma rede para expor milhões de nomes, endereços privados, contas de e-mail e senhas. Abaixo está uma lista de suspeitos publicada pelo site Wired.com.

ANONYMOUS

Este Grupo de hackers pró Wikileaks, protagonizou os ataques cibernéticos a sites como Visa, PayPal e Amazon, quando estas empresas resolveram boicotar o popular site de notícias sigilosas.

publicidade:

O Anonymous, embora tenha declarado que a Sony era um alvo devido ao processo judicial da empresa contra George Hotz, um famoso hacker que publicou o jailbreak para o PlayStation 3, um porta-voz da organização isentou o grupo de responsabilidade por este fato.

Além disso, a intrusão e roubo de dados da Playstation Network não corresponde ao modo de agir do Anonymous cujas ações estão focadas em ativismo, e não sobre crimes cibernéticos, de forma que é mais provável que não tenha sido responsável por este ataque, de acordo com a Wired.

CHINA

Os hackers deste país protagonizaram alguns dos mais sofisticados ataques contra organizações de direitos humanos e grandes corporações como a Google .

Esses ataques normalmente começam com a introdução de um vírus em uma única unidade de cálculo, que é cuidadosamente distribuído na rede interna das organizações para extrair o que eles querem, por exemplo, segredos comerciais, códigos-fonte ou inteligência.

Mas a base de 77 milhões de usuários da PlayStation não é um ataque lógico, portanto, eles provavelmente são inocentes.

DIVERSÃO

Embora haja menos ataques deste tipo, a intrusão na rede PlayStation pode ter sido feita por um adolescente que desejava ficar em apuros ou estava entediado na frente do computador.

Devido à importância dos jogos de vídeo para a cultura geek, o banco de dados da Playstation Network é um troféu que nenhum hacker desprezaria. Portanto, a hipótese de ataque para se divertir é muito provável, de acordo com a Wired.

LADRÃO CIBERNÉTICO

Todos os dias, pessoas compram e vendem de bancos de dados e informações on-line roubadas em transações privadas ou através de fóruns.

Esses ciber-ladrões estão concentrados principalmente em países como a Rússia e a Ucrânia. Mas os dados que mais importam não são exatamente os de cartões de crédito, de acordo com a Wired .

Atualmente, o uso de cartões exige um código de segurança que faz com que qualquer tipo de roubo ou fraude seja improvável. Mas as senhas roubadas são outra história e valem muito mais, porque as pessoas tendem a usar as mesmas senhas em todas as contas como e-mail, Facebook, contas bancárias, pelo que esta informação pode ser usada em golpes de phishing.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook