Atualizado em: 3 janeiro 2011

Planeja usar o novo Google OS? Então você é um trouxa!

Richard Stallman, fundador da Free Software Foundation criticou duramente o Chrome OS, da Google. Segundo ele, o novo sistema operacional colocará seus dados em risco, uma vez que não estarão mais armazenados na sua máquina, mas sim na nuvem.

publicidade:

Stallman concedeu entrevista ao The Guardian, afirmando que o Chrome OS vai “empurrar as pessoas no caminho da computação descuidada”, já que, ao armazenar seus arquivos pessoais na nuvem, consequentemente perderão os direitos legais sobre eles e o pleno acesso aos mesmos. Ele também fez a seguinte afirmativa: “Nos Estados Unidos, você até perde direitos legais se armazenar seus dados nas máquinas de uma empresa em vez de suas próprias”.

No modelo mais usado atualmente, em que seus arquivos estão armazenados na sua própria máquina, a polícia precisa de um mandato judicial para acessá-los. No modelo de nuvem, a polícia pode tratar diretamente com a empresa onde estão os arquivos, muitas vezes sem apresentar qualquer mandato e até sem o seu conhecimento.

A afirmação mais dura de Stallman foi quando disse esperar que muita gente “continuará a adotar o modelo de computação descuidada, porque a cada minuto nasce mais um trouxa no mundo… No entanto, se um número suficiente de pessoas continuar a manter seus dados sob seu próprio controle, nós ainda poderemos fazê-lo. E é melhor que seja assim, senão a opção poderá desaparecer.”

Oficialmente, a Google mostrou o novo sistema operacional Chrome OS em meados de dezembro/2010, após dois anos de desenvolvimento, porém ele é entregue sem os aplicativos mais comuns e possui uma estrutura que dificulta e desestimula a instalação de novos programas. Até o presente momento, tem sido testado por empresas e um pequeno grupo de pessoas.

A Google ainda vai revelar seus planos sobre produzir netbooks rodando seu sistema operacional. Espera-se que máquinas produzidas por Acer e Samsung estejam disponíveis em meados de 2011. Vamos esperar!

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook