Atualizado em: 15 julho 2011

Philips não fabricará mais televisores

Após prejuízo no primeiro trimestre de 2011, a Philips anunciou sua decisão de vender sua divisão de televisores para uma empresa de Hong Kong.

Philips-logoA Philips Electronics afirmou em um comunicado sua intenção de se desfazer de seu negócio de TV depois dos maus resultados do primeiro trimestre de 2011. A empresa anunciou um lucro líquido de 138 milhões de Euros, uma perda de 31% em relação ao ano passado.

A gigante holandesa de eletrônicos chegou a um acordo com TPV Hong Kong para a criação de uma empresa independente que assuma a sua divisão de fabricação de televisores, que registrou prejuízos de 87 milhões de euros.

publicidade:

Calma, aqui no Brasil, a empresa não deixará os consumidores na mão. Você ainda continua contando com a excelente rede de assistência técnica Philips.

SAÚDE E BEM ESTAR PASSAM A SER PRIORIDADE

Frans van Houten, presidente executivo da empresa desde 01 de abril, um especialista em reestruturação, disse no comunicado que “Encontrar uma solução para o nosso negócio de televisão foi a nossa principal prioridade e reconhecemos que a futura joint venture 70/30 com a TPV anunciada hoje, voltará a trazer rentabilidade para o negócio de televisores, e aumentará a concentração da carteira da Philips na área de saúde e bem-estar.”

A Philips afirmou que a TPV vai comprar uma participação de 70% das ações da joint-venture, pagos à prazo por um preço equivalente a quatro vezes o lucro antes dos impostos da joint-venture a partir de 2012 até que a Philips exerça o seu direito de receber o preço compra. A Philips também tem a opção de vender os 30% restantes a TPV, nos mesmos termos, após seis anos.

A subsidiária, que compreende menos de 10% das vendas do grupo, tornou-se um problema para a empresa depois que as perdas chegam a quase 1 bilhão de Euros desde a sua criação em 2007.

 

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook