Atualizado em: 26 janeiro 2012

Operadoras britânicas pressionam a Nokia para baixar preços

Após a aliança com a Microsoft, a Nokia ainda não recuperou sua fatia de mercado e não dita mais as regras, portanto as operadoras pressionam por preços mais baixos.
Sede da Nokia, na Finlândia

Sede da Nokia, na Finlândia

A parceria entre Nokia e Microsoft que resultou no lançamento de dispositivos que usam Windows Phone como sistema operacional, está sendo objeto de algumas dificuldades. Algumas operadoras de telefonia britânicas estão pressionando a Nokia para baixar o preço da sua linha de telefones Lumia.

As expectativas de ambas as empresas após o acordo de fevereiro são muito grandes, pois podem se posicionar no mercado móvel como o terceiro player mais importante da indústria, atrás da Apple e Android, especialmente depois do momento ruim que a RIM, fabricante do Blackberry está passando.

publicidade:

Vários operadores britânicos afirmam que uma queda de preço provavelmente causará uma maior aceitação de mercado, conforme registrado pelo Financial Times. Esta pressão é cada vez maior à medida que nos aproximamos do momento de novos lançamentos, por isso a discussão está em pleno andamento entre a empresa finlandesa e empresas de telefonia móvel.

Apple estabelece seus preços, mas a Nokia não tem poder de fogo

A Apple, ao contrário da Nokia , trabalha em estreita colaboração com as operadoras e são eles próprios que estipulam os preços. No entanto, a empresa finlandesa não exerce o mesmo poder na indústria. Vamos esperar alguns meses pelos resultados oficiais de vendas para ver se a Nokia tornou-se, novamente, um fornecedor de peso na indústria de telefonia móvel.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook