Atualizado em: 30 abril 2011

Objetiva converte câmeras comuns em 3D

Uma nova objetiva criada por cientistas espanhois, consegue converter uma câmera comum 2D em um modelo 3D, usando a técnica semelhante aos olhos das moscas.

normal_123474_photoPesquisadores espanhóis desenvolveram uma objetiva que pode transformar qualquer câmera de duas dimensões em uma tridimensional plenóptica (isto é, usando lentes menores tira uma foto a partir de perspectivas múltiplas).

Essa ferramenta também permite gerar imagens 3D com resoluções em alta definição (HD).

publicidade:

Os inventores, pertencente à Universidade de La Laguna (ULL) e ao Instituto de Astrofísica das Canárias (IAC), apresentaram os detalhes da sua contribuição no Congresso de Defesa e Segurança, que terminou sexta-feira em Orlando, Flórida, Estados Unidos.

A objetiva plenóptica faz parte de projeto maior chamado CAFADIS, cuja finalidade principal é o desenvolvimento de uma câmera de vídeo que permite a geração, em tempo real, de imagens tridimensionais de alta definição sem a necessidade de óculos especiais.

José Manuel Rodríguez Ramos, o principal investigador do Departamento dos Direitos Fundamentais e Física Experimental, Eletrônica e Sistemas da Universidade de La Laguna, explicou que “as melhorias (a nova técnica) são muito semelhantes ao que seria um aparelho de som 3D”.

“Na minha opinião, a tecnologia vai evoluir nesse sentido”, disse ele.

De acordo com Rodriguez-Ramos, “a câmara CAFADIS é do tipo plenóptica, ou seja, uma evolução da câmara de Lippmann, Nobel de Física em 1908, que agora pode ser construída graças à evolução da tecnologia. A idéia é que, com uma seleção de microlentes entre o objetivo e o detector, se consegue converter uma única câmara numa grande variedade de câmeras, como o olho de uma mosca.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook