Atualizado em: 10 junho 2011

Nokia perde presidente de tecnologia

A Nokia anunciou que o seu presidente de tecnologia pediu licença das suas atividades, e um jornal finlandês disse que seu retorno é improvável devido a um desacordo com as estratégias de marketing da empresa, no mais recente revés para a fabricante de telefones celulares.

Nokia perde presidente de tecnologia

O jornal finlandês Helsingin Sanomat citou fontes anônimas que disseram que Richard Green estava descontente com as decisões da gerência, como abandonar o sistema operacional “Meego” que foi desenvolvido em conjunto com a Intel, para dar apoio ao sistema operacional móvel da Microsoft, o Windows Phone.

publicidade:

A Nokia confirmou que Green pediu uma licença para assuntos pessoais, mas não quis revelar se ele iria voltar. Henry Tirri, diretor do Nokia Research Center, irá atuar como presidente de tecnologia, disse um porta-voz da empresa.

A decisão vem num momento em que a outrora líder indiscutível de telefones celulares passa por sérios problemas.

A empresa está perdendo quota no mercado de telefones móveis contra o iPhone da Apple e dispositivos rodando o sistema operacional Android do Google. Seus telefones mais baratos também enfrentam ferrenha concorrência de fabricantes asiáticos. Aqui no Brasil, nós os conhecemos como MP10, MP12, etc.

A queda dos preços das ações da Nokia tem levantado especulações de que a empresa poderia ser alvo de uma aquisição, mas os banqueiros dizem que a Nokia está longe de atrair pretendentes, devido ao ceticismo sobre sua recuperação. O executivo-chefe Stephen Elop, disse que os rumores são infundados e que a empresa não está à venda.

A Nokia vai passar a produzir telefones rodando o sistema operacional Windows Phone da Microsoft , deixando de lado sua plataforma Symbian como parte do acordo entre as duas empresas firmado há quatro meses atrás.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook