Atualizado em: 28 janeiro 2012

Militares de Singapura terão iPhone 4S sem câmera

De acordo com uma lei do governo, os militares não podem usar qualquer tipo de câmera enquanto estão em suas unidades.
Militares das Forças Armadas de Singapura

Militares das Forças Armadas de Singapura

As três principais operadoras de telefonia móvel de Singapura, em breve oferecerão a opção de comprar o iPhone 4S, mais recente smartphone da Apple, sem uma câmera. Esta decisão foi tomada para que os militares do país possam comprá-lo, uma vez que são proibidos de usar qualquer tipo de câmera nas instalações do exército.

Tal decisão das operadoras demonstra que os militares daquele país asiático representam uma importante fatia do mercado a ser explorada.

publicidade:

Embora a maioria dos habitantes de Singapura possua um iPhone, a câmera do smartphone da Apple seria desabilitada para atender outro setor da população do país, os militares. De acordo com uma lei do governo, os militares não podem usar qualquer tipo de câmera enquanto estão em suas unidades. Portanto, as operadoras viram nesta estratégia, uma forma de realizar novas vendas.

Duas versões do mais recente smartphone de Cupertino, o iPhone 4S, serão vendidas em breve, em Singapura. Uma delas terá câmera e a outra, não. Assim também, o militar poderá comprar este aparelho, conforme registrado pelo jornal The Jakarta Globe.

Câmera do iPhone 4S

Câmera do iPhone 4S

Sem câmera = Sem garantia

Vender o iPhone 4S sem câmera é uma decisão das operadoras. Por enquanto a Apple não se pronunciou sobre o assunto, nem mostrou desaprovação com o fato das operadoras de Singapura desligarem a câmera de seu mais recente smartphone, mas estes aparelhos terão garantia.

O ato de retirar a câmera do iPhone supõe que os usuários não poderão desfrutar da garantia da Apple. A empresa dos EUA oferece dois anos de garantia para o iPhone, mas sendo esta uma decisão das empresas de Singapura para aumentar as vendas, a Apple não é responsável, por isso a garantia é anulada.

Desde setembro do ano passado, a Singapore Armed Forces (SAF), está explorando maneiras de permitir que seu pessoal possa usar smartphones, mantendo a atual política de segurança de não permitir dispositivos de captura de imagem de qualquer tipo nas instalações da SAF.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook