Atualizado em: 17 março 2011

Indústria de tecnologia japonesa foi abalada

blog-IncendioTochigi-Japao

Além da terrível perda de vidas, o terremoto no Japão teve um terrível impacto tanto em seus sistemas de comunicação, como danos em infra-estrutura, que pode ser o toque final que faltava para o Japão não sair da sua crise que se arrasta há mais de 15 anos.

publicidade:

Para o Japão, uma potência em termos de fabricação de equipamentos eletrônicos, o impacto global sobre o mundo da eletrônica pode ser tremendamente desestabilizador. As principais fábricas da maioria das empresas de eletrônicos do mundo estão no Japão e estão atualmente ou sofreram danos significativos ou paralisações na produção para avaliar os danos.

A Sony tem seis fábricas fechadas de cabeças magnética, Blu-ray e baterias. A Sharp teve que parar a produção em sua nova planta de produção. A fábrica da Panasonic em Sendai  foi completamente destruída. A Canon anuncia que suas fábricas foram danificadas e vai retomar a produção o mais rapidamente possível.

Ao se confirmar uma diminuição na capacidade de produção japonesa, podemos assumir uma súbita escassez de materiais para a fabricação de televisores, Blu-ray ou filmadoras, o que consequentemente irá elevar o preço de todas essas mercadorias no mercado internacional.

Especialmente importante é o caso da Samsung, que é um dos principais fabricantes de memória em todo o mundo, que poderá levar a uma escassez deste elemento fundamental, não apenas à televisão, mas para computadores, câmeras, etc. Felizmente, por enquanto a Samsung diz que estas fábricas não foram danificadas. Resta saber quanto tempo vai demorar para restaurar a produção ao nível normal.

Via ALT1040

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook