Atualizado em: 5 maio 2011

Hackers do Anonymous se defendem

O grupo de hacktivistas Anonymous negou qualquer envolvimento dos seus membros com as invasões que têm comprometido os dados de milhões de usuários da Sony.

O Anonymous diz que se as investigações da Sony forem “honestas”, a empresa constatará que o grupo de ativistas hacker não é culpado pelo recente roubo de dados de milhões de usuários da PlayStation Network.

A Sony publicou esta semana uma carta do presidente da Sony Computer Entertainment, Kaz Hirai, na qual explica a uma subcomissão dos EUA, as ações da empresa depois da “intromissão externa” em seus sistemas.

publicidade:

Na carta, Hirai assegura que os peritos que estavam investigando o caso haviam encontrado um arquivo nos servidores da Sony com o nome “Anonymous” no qual havia o texto “nós somos uma legião”.

As palavras de Hirai colocaram o Anonymous nos holofotes. A descoberta do documento implicaria que algum “hacktivista” do Anonymous esteve envolvido nos incidentes.

COMUNICADO DO ANONYMOUS

Anonymous, apesar de ser uma entidade descentralizada e difícil de definir, emitiu um comunicado para refutar as acusações da Sony. No comunicado, publicado pela Eurogamer, os hacktivistas asseguram que “se houver uma legítima e honesta investigação sobre o roubo de cartões de crédito, não encontrará Anonymous como o culpado”.

A declaração também explica a posição oficial do Anonymous em relação ao roubo de dados. “Apesar de sermos um grupo distribuído e descentralizado, o nosso “líder”não suporta o roubo de cartões de crédito”. Além disso, Anonymous se mostra “preocupado com a erosão da privacidade” que está sendo vivenciada.

O grupo de “hacktivistas” estive entre os principais suspeitos da invasão, porque tinha tomado medidas anteriores contra a Sony. Com o nome OpSony, o Anonymous tinha tomado medidas contra a companhia devido as denúncias da Sony contra hackers como GeoHot, que inventou um desbloqueio para o console PlayStation 3.

Membros do Anonymous disseram que pararam suas atividades para evitar incomodar o público e buscam novos métodos para atacar a Sony.


Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook