Atualizado em: 27 abril 2010

Google Wave Brasil


O revolucionário Google anunciou um das suas outras ideias revolucionária que promete inovar ainda mais o mundo web. Embora tudo seja ainda experimental, mas, dando certo, promete criar uma mudança profunda no modo web de se comunicar. É o Google Wave, que vai chegar para ser totalmente “Onda” e voltado para apuradas pesquisa.

Basicamente, o Wave tem como meta aprimorar ainda mais o tempo real da comunicação no meio digital. A nova modalidade de comunicação será algo tão ágil que será uma aclamação vê-lo, o quanto antes, disponível para os fixionados do mundo digital.

publicidade:

Tentemos entender como o Google Wave funciona; assim como o email, o Google Wave foi elaborado como um padrão que pode ser utilizado a partir de qualquer servidor,  isso significa que apesar de ter o nome Google, ele não vai pertencer ao Google.

Qualquer simples e mortal internauta poderá ter seu próprio Wave, que pode, por sua vez, ser competidor da Google ou ser o próprio dono da Google caso ele queira. Contudo, como foi elaborado no contexto de um protocolo padrão, Waves diferentes podem se comunicar entre si, assim como o programa Outlook pode trocar emails normalmente com um Thunderbird, GMail ou Yahoo Mail.

Outros recursos da internet como o RSS, email e mensagens instantâneas, como as conversas do MSN, são também elaboradas com protocolos padrões que podem ser utilizados por qualquer um. É o exemplo dos emails que eu dei acima.

Muitos blogs já fizeram um estudo sobre o Wave os caminhos que o Google trilhou até agora em termos de avanço. Descobriu-se que Wave ainda é muito recente e pouco plicado, mas por isso, tem instigado os amantes do mundo web por causa desse x em torno da equação.

Pode ser que o Google Waves não traga esse alarde todo em revolução que se propõe, mas com a propagação do Twitter e de outras redes de relacionamento como o Facebook, Orkut, dentre outros, pode ser que o protocolo aberto dessa nova forma de se comunicar seja algo revolucionário mesmo.

O Wave ainda não está pronto para computadores domésticos e sua utilização tem que estar muito alinhado com o HTML 5. Ainda por um bom tempo, o Googl Waves não estará no mercado, mas para os curiosos é possível saber mais sobre ele no site oficial.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook