Atualizado em: 31 março 2011

Google testa internet ultra-rápida

A Google anunciou que a cidade norte-americana de Kansas City, no estado do Kansas, foi escolhida para sediar um projeto Internet "ultra-rápida"

Kansas-CityA Google anunciou que a cidade norte-americana de Kansas City, no estado do Kansas, foi escolhida para sediar o projeto Internet “ultra-rápida”, com conexões de até 100 vezes mais rápidas que a média nos EUA.

Segundo a empresa explica em seu blog, depois de uma “seleção cuidadosa”, escolheu Kansas City para receber seu projeto de internet ultra-rápida e assinou um acordo de desenvolvimento com a cidade. “Vamos trabalhar em estreita colaboração com as organizações locais, empresas e universidades para trazer a próxima geração de experiência na web para a comunidade”, disse Milo Medin, vice-presidente de serviços de acesso.

publicidade:

 

OBJETIVO

O objetivo da Google é começar a oferecer o serviço no início de 2012. Além disso, Medin também explica que, devido ao grande interesse, isto é só “o início, não o fim do projeto. Assim, durante os próximos meses, a empresa vai se reunir com outras cidades interessadas para discutir a possibilidade de sua rede de banda larga ser estendida também para as suas comunidades.

 

1.100 CIDADES SE INSCREVERAM

No início de 2010, a Google lançou um concurso para escolher o local ou locais que se beneficiariam com a instalação de uma rede de banda larga ultra-rápida. Quase 1.100 cidades se inscreveram como candidata , na esperança de se tornar a primeira cidade a ser objeto dos testes da Google.

 

PREFEITOS TENTAM CHAMAR ATENÇÃO

Para tentar serem selecionadas, várias iniciativas foram tomadas nas pitorescas cidades como a capital do Kansas, Topeka, que temporariamente mudou seu nome para “Google” ou um prefeito da Flórida, que mergulhou em uma piscina de tubarões-martelo.

Finalmente, Kansas City e seus 146 mil habitantes ganhou a aposta. A rede de alta velocidade será instalados em casas, escolas e empresas.

De acordo com um estudo da Cisco, os EUA ocupam a posição 15 do mundo em termos de velocidade média de conexão à Internet.

O grupo de Internet já anunciou que também vai também a sua rede de banda larga na Universidade de Stanford, onde estudaram seus fundadores, Larry Page e Sergey Brin.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook