Atualizado em: 22 abril 2011

Google Music negocia com a Spotify

Google negocia uma aliança com a Spotify com vistas a viabilizar o lançamento do seu próprio serviço de músicas online, o aguardado Google Music.

google-musicA Google está negociando uma possível aliança com o serviço online de música Spotify, grande sucesso na Europa, para lançar seu aguardado serviço Google Music, informou o site especializado em tecnologia, CNET.

Segundo esta publicação, a Google passa a considerar este tipo de parceria como mais um passo para reforçar o que seria um novo serviço de música pela internet que não requer transferência de arquivos.

publicidade:

Por enquanto, diz a CNET, há um “acordo” com vistas no Spotify, uma empresa que recentemente tomou medidas para lançar o seu serviço de música legalizada nos EUA, após seu sucesso na Europa.

NEGOCIAÇÃO COM GRAVADORAS FALHA

Em paralelo com estas discussões, a Google tentou, sem muito sucesso, negociar acordos com quatro grandes gravadoras para lançar o serviço de música, que inicialmente ficaria pronto ainda este ano, mas agora não tem data marcada.

Em qualquer caso, a Google está a caminho, como a Apple, de lançar um serviço de música com a característica de ter os arquivos hospedados na “nuvem” e que o usuário possa acessá-los a partir de qualquer dispositivo conectado à Internet e sem o perigo de perdê-lo uma falha no disco rígido.

A APOSTA DA INDÚSTRIA

O acesso a nuvem é aclamado para ser o novo método de distribuição da indústria musical e as grandes empresas estão envolvidas em uma corrida para lançar seus próprios serviços usando esta tecnologia.

A Apple, por exemplo, de acordo com o blog de tecnologia All Things Digital, já concluiu suas configurações de serviço e já chegou a acordos com duas gravadoras para o futuro lançamento.

A Google também preparou tecnicamente seu serviço e alguns empregados da empresa já estão testando o serviço, mas ainda está estudando a possibilidade de realização de quaisquer aquisições ou alianças para fortalecê-lo.

Além disso, o site de vendas na Internet, Amazon está interessado nesta área, e no mês passado anunciou um novo serviço que permite aos clientes, armazenar seus arquivos de músicas, vídeos e livros em seus servidores.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook