Atualizado em: 21 fevereiro 2011

Google criará redes de satélite para fornecer Internet

satellite_c

O satélite espacial O3b é um projeto para reduzir o abismo digital, liderado pela Google e Astra, para estender a Web para 3 bilhões de pessoas que ainda não têm acesso à rede, um investimento que será de cerca 1,2 bilhões de dólares.

publicidade:

O principal objetivo da iniciativa é levar a Internet banda larga via satélite para bilhões de pessoas em 150 países que ainda não podem acessar a Web pelo seu alto custo ou falta de infra-estrutura necessária para que as conexões com a Internet existam nestes lugares.

Com um orçamento de 1,2 bilhões de dólares, O3b é impulsionado pela Sociedade Europeia de Satélites (SES), que fornece 30% do investimento, pela gigante Google nos EUA, o banco HSBC e pela Liberty Global. Como parceiro tecnológico, a SES lançará 20 satélites para o espaço que irão proporcionar uma cobertura de banda larga a nível global.

Os oito primeiros aparelhos serão lançados em 2013. Um série de antenas írá captar o sinal dos satélites e os distribuirá em uma rede de teleportos localizados em diferentes partes do mundo.

Foi explicado que as bases ficarão localizados na Espanha, nas ilhas do Pacífico, Norte e Sul, Leste do Mediterrâneo, Oriente Médio e Austrália.

A seguir estão os operadores de telecomunicações locais, que irão distribuir o sinal para os usuários, um processo que terá lugar, na maioria dos casos, através de redes sem fio.

Com o sistema concebido pela O3b, colocar satélites numa órbita intermediária, a latência é reduzida para 0,1 segundos (um ping de 100 ms). Esta nova geração de satélites irá permitir conexões mais rápidas e mais flexíveis. Fornecerá o serviço tanto para os operadores de telecomunicações, quanto para os provedores de serviços de Internet.

“Não ter acesso à banda larga tem consequências econômicas e sociais”, disse José Luis Garate, Business Development Director da Astra, uma empresa especializada em satélites.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook