Atualizado em: 2 março 2011

Criado chip óptico com velocidade de 100 Gigabits/s

Criado chip ótico com velocidade de 100 Gigabits/sUma equipe de pesquisadores da empresa norte-americana Infinera, desenvolveu um superchip que consegue transmitir cem bilhões de bits por segundo, de acordo com um comunicado da Optical Society of America.

Segundo estimativas de especialistas, a cada ano o tráfego de dados na internet cresce 50% em relação ao ano anterior. Neste cenário, as empresas dessa categoria devem são obrigadas a extrair o máximo de performance dos seus equipamentos para fazer frente ao resultado almejado pelos seus clientes, o que o novo chip da Infinera consegue com louvor

publicidade:

“Nossa pesquisa no campo dos circuitos fotônicos integrados nos permitem fazer equipamentos para redes ópticas mais poderosos, flexíveis e confiáveis do que nunca, usando um equipamento significativamente menor, mais barato e que consome muito menos energia. ” disse Radhakrishnan Nagarajan, um dos pesquisadores da empresa dos EUA, membro sênior da equipe de desenvolvimento do Infinera.

A chave por trás do funcionamento deste importante avanço técnico é tecnologia  de 100 Gbit/s por canal e sua capacidade para detectar os dados de entrada codificados utilizando a técnica de modulação espectral mais eficiente da indústria ótica, denominada PM-QPSK. Pelo visto, muita coisa mudou desde que eu trabalhei na extinta MetroRED, comprada pela BRT e posteriormente pela Oi.

A Infinera espera que seu sistema de um Terabit esteja disponível comercialmente dentro de poucos anos. Já no próximo ano a empresa lançará um circuito integrado fotônico de 500 Gbit/s.

Via Optical Society of America

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook