Atualizado em: 21 fevereiro 2012

Alemanha e Brasil anunciam parceria em programa científico

O chanceler brasileiro, Antonio Patriota, também vê o acordo para qualificar o ensino nas universidades brasileiras como uma parceria de longo prazo.
Você Sabia?
Em termos absolutos, a Alemanha atribui o segundo maior orçamento anual de ajudas ao desenvolvimento no mundo, enquanto está em sexto lugar em despesas militares.

O governo federal ganhou mais um parceiro para difundir o programa Ciência sem Fronteiras. Em visita ao Brasil, o ministro das Relações Exteriores da Alemanha, Guido Westerwelle, anunciou que o país vai participar do projeto. Cerca de 10 mil estudantes brasileiros devem ser recebidos nas universidades alemãs até 2014.

“Buscamos intercâmbio em tecnologia de ponta, associações que revertam benefícios para nossos povos. Esperamos 10 mil estudantes brasileiros. Isso significa que pensamos nossas relações no longo prazo. Não há melhor maneira de fortalecer o intercâmbio entre os países do que formar jovens científicos”, disse o ministro alemão.

publicidade:

Brasil - Alemanha

O chanceler brasileiro, Antonio Patriota, também vê o acordo para qualificar o ensino nas universidades brasileiras como uma parceria de longo prazo. “A iniciativa nos dá certeza que as duas sociedades continuarão estabelecendo laço de cooperação por muito tempo”.

Programa Ciência sem Fronteiras

O programa Ciência sem Fronteiras, lançado pelo governo federal no ano passado, visa a qualificar estudantes de graduação e pós-graduação no exterior, além de aumentar a presença de pesquisadores estrangeiros no Brasil.

Patriota também anunciou a visita da presidenta Dilma Rousseff à Alemanha no próximo mês. “É oportunidade para desenvolvermos não só avaliação no caminho percorrido nessa parceria estratégica, mas também planejar futuro, novas áreas e novos projetos”. Será a primeira visita na condição de presidenta. Em 2009, Dilma esteve no país como ministra-chefe da Casa Civil.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook