Atualizado em: 6 maio 2011

72 milhões assistiram as bodas reais no Youtube

Segundo o blog oficial do Youtube, o canal registou um total de 72 milhões de visitas durante a transmissão ao vivo do evento. A empresa criou um canal onde era possível acompanhar o desenvolvimento da cerimônia.

 

Bodas ReaisO blog do Youtube revelou o número de fãs que assistiram seu canal dedicado à cerimônia British Royal Wedding. A companhia diz que 72 milhões de usuários acompanharam a transmissão ao vivo. Os cidadãos de 188 países diferentes acessaram o Wedding Channel.

A ressaca do Royal Wedding continua na mídia que ainda fala dos eventos. Os cidadãos de Londres foram às ruas para testemunhar as bodas e os internautas de todo o mundo fizeram isso através de um canal de transmissão ao vivo no Youtube.

publicidade:

O material publicado no canal depois do casamento também se tornou muito popular. De acordo com o Youtube, somando todos os conteúdos resultantes da transmissão ao vido, “101 milhões de românticos” assistiram aos vídeos do casamento entre Willian e Kate.

Graças ao serviço de infraestrutura, Google App Engine, o YouTube afirmou que um dos momentos de ouro do evento foi o beijo dos dois pombinhos, quando foram registradas 100.000 solicitações adicionais para ver o streaming.

 

Os dados Youtube dizem que pessoas de 188 países ao redor do mundo usaram o serviço para acompanhar a cerimônia. A Grã-Bretanha foi o país onde estava a maioria dos fãs que usaram o canal, seguida pelos EUA, Itália, Alemanha e França. A empresa não forneceu dados sobre a posição do Brasil nesta classificação.

Agora o que interessa o casamento real para quem gosta de tecnologia? Aparentemente nada, mas não é bem assim. Os dados provam por A+B que os servidores do YouTube estão preparados para atender uma incrível demanda de usuários simultâneos.

Certamente o evento foi objeto de exaustivas análises e monitoramento de perto pelos engenheiros da Google, que, satisfeitos com o resultado, podem dar o aval para a companhia ampliar sobremaneira a oferta de conteúdo ao vivo no Youtube, quem sabe ao ponto de liberar o recurso para todos os usuários, a exemplo dos sites Livestream, uStream, Justin TV e outros.

 

Fonte: Blog do Youtube

 

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook