Atualizado em: 15 janeiro 2014

Importação direta dos produtos - Como fazer e quais os Custos

Por causa dos preços altos cobrados no Brasil, muitos usuários ficam com receio de importar produtos legalmente de outro país.
Você Sabia?
Que o O fato gerador do Imposto de Importação ocorre quando da entrada de produtos estrangeiros no território nacional. No entanto, se um produto estrangeiro ingressa no país com a finalidade de retornar para o exterior dentro de um prazo certo, o lançamento do tributo fica suspenso até ser dispensado no caso de serem cumpridas.

Conheça o universo das importações de produtos, por ações diretas

O sistema de importação direta, não tem tantas alterações, com relação aos modelos convencionais, porém o tempo de entrega, é menor, já que o produto sai do exterior, e vai diretamente para o cliente, sem que haja ações terceirizadas no meio do caminho.

Na prática, pessoas jurídicas e pessoas físicas podem utilizar de tal método; no caso de adquirir um bem tecnológico, será necessário ter o cadastro no CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), para se ter as isenções de impostos.

publicidade:

Vantagens

A importação direta é que garante alta qualidade e garantia do produto com preço menor, já que quanto menos caminhos a mercadoria tomar, menor é o risco de sofrer danos; garantia de possuir um produto inédito, ainda sem grandes alardes no mercado, e sem similares, o que garante para o revendedor melhores condições de vendas.

O porém desse tipo de compra, são as margens de lucros nas vendas, que ficam abaixo do que é praticado no mercado interno, que mesmo tendo um preço baixo, possui as inserções de altas cargas tributárias, sendo necessário embutir no custo final do produto, os tributos pagos.

Como Fazer

No caso das empresas, ainda se tem poucas vantagens momentâneas, já para início das importações diretas, é necessário a obtenção do Radar Comercial, que nada mais é que uma iniciativa sistemática, da Secretaria de Comércio Exterior, que buscar a identificação de produtos e países, que representem oportunidades comerciais para o Brasil, no exterior. Sem esse sistema, a empresa não consegue fazer a importação direta.

Com as importações diretas, algumas possíveis vantagens, podem ser previstas, mas que não garante total certeza, se realmente será um negócio viável. Entre as possibilidades, estão: Isenção do ICMS Estadual, isenção do imposto de importação: Reporto, obtenção de financiamentos bancários e apuração do similar nacional.

Quais os Custos

Para realizar este tipo de transação, mesmo com muitas explicações que pautam o assunto, é importante consultar um contador, um consultor em comex, para não não ficar com nenhuma dúvida, principalmente na relação com os custos, que baixam relativamente 35% do preço normal, possibilitando até compras por CPF, de veículos no exterior.

Vídeo sobre a Importação de Produtos

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook