Atualizado em: 3 novembro 2010

Varizes Esofagianas – Tratamento

As Varizes esofagianas são veias anormalmente dilatadas, geralmente localizadas no terço distal (inferior) do esôfago, em consequência de um aumento da pressão do sangue causada pela cirrose do fígado. Ou seja, Varizes esofágicas são dilatações das veias do esôfago. São relacionadas em geral com a cirrose a esquistossomose e outras doenças que provocam hipertensão da veia porta e podem se romperem e provocar hemorragias fatais.

publicidade:

Os seus sintomas só são percebidos quando uma variz é rompida, causando sangramento, o que significa um risco muito alto de vida ao paciente, uma vez que pode causar hemorragia, e levar a um choque hipovolêmico, cursando assim com o óbito do paciente.

O aparecimento de novos medicamentos e de técnicas endoscópicas facilitam e muito o tratamento, já que com isso, torna possível que a hemorragia pare diminuindo assim o episódio hemorrágico em mais de 90% dos casos.

De acordo com o site gastroalgave  a repetição dos tratamentos endoscópicos, esclerose e laqueação elástica, levam à obliteração das varizes. Estes tratamentos não são isentos de complicações (úlcera do esôfago e aperto do esôfago – estenose ), mas o seu aparecimento modificou totalmente a qualidade de vida e a esperança de vida de muitos doentes com varizes esofágicas. Com o aparecimento destes novos métodos de tratamento farmacológicos e endoscópicos a cirurgia, para diminuir a pressão das varizes do esôfago, foi perdendo terreno e, cada vez é menos usada.

Portanto, você que possui essas varies, deve ter bastante cuidado e procurar lógico um médico para iniciar um tratamento adequado.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook