Atualizado em: 9 fevereiro 2014

Tratamento de Câncer de Mama sem queda de Cabelo

Daqui a três meses chega ao Brasil um medicamento revolucionário que irá ajudar muitas mulheres que possuem um tipo específico de câncer de mama e o melhor que ele não tem efeitos colaterais como a queda dos cabelos.
Você Sabia?
O medicamento novo que foi liberado pela ANVISA para um tipo de câncer de mama, o T-DM1 é conhecido como cavalo de tróia
Existem alguns tipos de câncer de mama que não possuem cura, mas está chegando ao brasil um remédio que poderá ajudar muitas mulheres ( Foto: Divulgação)

Existem alguns tipos de câncer de mama que não possuem cura, mas está chegando ao brasil um remédio que poderá ajudar muitas mulheres ( Foto: Divulgação)

Uma ótima notícia para as mulheres que sofrem de câncer de mama, já que foi liberado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária um medicamentos que não causa queda de cabelo e apesar do sofrimento que esta doença causa este fator pode ajudar muitas mulheres já que além da droga provocar menos efeitos colaterais ainda não mexerá com a aparência.

Como Funciona o Tratamento

O remédio chamado de Trastuzumabe entasina – TDM1 é indicado para um tipo de câncer de mama avançado e provoca menos efeitos colaterais do que a quimioterapia tradicional e ele age diretamente no tumor em vez de afetar todas as células do organismo.

publicidade:

Este medicamento só pode ser prescrito quando o tratamento convencional não apresentar mais resultados e ele aumenta em 50% o tempo de sobrevida ale disso ele possui um quimioterápico e um anticorpo e é muito potente sendo que o anticorpo conduz o quimioterápico até o interior da célula do tumor e só libera o medicamento lá dentro.

O remédio foi testado em vários países e em cem brasileiras desde 2011 com resultados surpreendentes e ele pode ser usado por tempo indeterminado já a quimioterapia tradicional que só pode ser ministrada no máximo oito sessões

Em três meses este medicamento estará disponível e poderá ajudar muitas mulheres que tem o tumor de mama do tipo HER 2positivo que ainda é um tipo incurável.

Fonte: Veja

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook