Atualizado em: 30 julho 2013

Tipos mais comuns de Tuberculose

A forma disseminada de tuberculose envolve pelo menos dois órgãos não-contíguos, classicamente a manifestação radiológica pulmonar
Você Sabia?
Que a tuberculose surgiu há milhares de anos, seus vestígios foram identificados em múmias dos povos antigos
tuber

A tuberculose extrapulmonar mais comum é a pleural

A partir do momento que a tuberculose chega ao pulmão, o bacilo da tuberculose acaba por se instalar nos alvéolos e começa lentamente se dividir até que atinge um certo número, e a resposta imune acaba destruindo os bacilos e é um momento onde a doença acaba não aparecendo.

A partir do momento que a resposta do organismo não consegue parar a multiplicação dos bacilos, é que surge a tuberculose primária, que acontece em pelo menos 5% dos casos gerais da doença. Com isto a tuberculose primária é o nome dado a tuberculose quando se manifesta em até cinco anos depois de seu contágio. Ela acaba acometendo os pulmões, os gânglios e ainda todas as estruturas que estiverem mais próximas.

publicidade:

Sintomas da Doença

Entre os sintomas mais comuns da doença, podemos mencionar a tosse com secreção, a febre, que é mais comum ao entardecer, suores norturnos, a falta de apetite, o emagrecimento, o cansaço fácil e ainda dores musculares. Dificuldades de respiração e ainda eliminação do sangue.

Tipos mais comuns de Tuberculose

Como tipos mais comuns de tuberculose temos a tuberculose pulmonar que é a sua forma considerada mais frequente e generalizada da doença, apesar disto o bacilo da tuberculose poderá ainda afetar outras áreas do nosso organismo, como a laringe, os ossos e ainda a as articulações.

Já a tuberculose miliar nada mais é do que um alastramento da infecção para várias partes do organismo através do sangue, este é um tipo de tuberculose mais grave, que poderá atingir as meninges, que são membranas que revestem a medula da espinha e ainda o encéfalo, causando assim uma série de infecções graves que são chamadas de meningites tuberculosas.

Informação

Em vários países já se teve a ideia de que em torno de 2010 a doença estaria inexistente, apesar disto com o avanço do HIV houve uma mudança de perspectiva neste sentido e a doença vem sendo controlada.

Vídeo sobre a Tuberculose

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook