Atualizado em: 28 março 2013

Tipos e Métodos de Cirurgia de Redução de Estômago

Saiba quais são os tipos de cirurgia de redução de estômago e os métodos utilizados em cada tipo de cirurgia.
Você Sabia?
Geralmente os pacientes apresentam hipertensão, diabetes e disfunções cardíacas e respiratórias.
Tipos e Metodos Cirtugicos

Para facilitar em uma nova vida, os Tipos e Métodos de Cirurgia de Redução de Estômago auxiliam e dão a variedade de escolha para os pacientes. (Reprodução)

A cirurgia de redução de estômago, também chamada de cirurgia Bariátrica, é recomendada quando a obesidade já atingiu um nível crítico e as atividades físicas não surtem efeitos, sendo que muitas vezes a pessoa nem pode mais ter atividades físicas pelo agravamento da saúde pelo própria obesidade.

Antes de realizar a cirurgia de redução de estômago a pessoa deve passar por avaliação médica, de exames laboratoriais e acompanhamento psicológico!

publicidade:

Tipos e Métodos

Um tipo de cirurgia bariátrica (redução de estômago):

– Técnicas Restritivas: São técnicas que limitam o volume de alimento sólido ingerido pelos pacientes.

Os principais métodos utilizados na técnica restritiva são:

Balão Intragástrico: é colocado um balão no estômago por endoscopia digestiva. Ele causa sensação de saciedade precoce, reduzindo a ingestão de alimentos.
Gastroplastia Vertical Restritiva de Mason: consiste em “grampear” o estômago criando um pequeno tubo que recebe o alimento. O paciente tem a sensação de plenitude gástrica, pois esta antecâmara gástrica esvazia-se lentamente.
Banda Gástrica Ajustável por Laparoscopia: é uma prótese de silicone que tem um balão insuflável, por dentro, parecido com um manguito do aparelho de medir pressão arterial. Quando o balão é insuflado ou desinsuflado, aperta mais ou menos o estômago de maneira que pode-se controlar o esvaziamento do alimento da parte alta para a parte baixa do órgão. O principio da operação é semelhante a operação de Mason porém é feita por laparoscopia.
– Técnicas Disabsortivas: É feito um grande desvio do alimento, que vai para o intestino grosso, o paciente tem mais liberdade de comer maior quantidade de alimentos, já que não há grande diminuição do estômago

Técnicas

Cirurgia de Payne: é um desvio intestinal grande sem mexer no estômago. Geralmente é realizada em um primeiro tempo para que o paciente perca algum peso, para depois fazer outra cirurgia definitiva.

Derivação Bilio Pancreática ou cirurgia de Scopinaro: consiste em retirar uma parte do estômago, fazendo com que o paciente coma um volume menor porém satisfatório, associado a um “desvio intestinal”. Habitualmente a vesícula biliar é retirada neste procedimento, já que quase 90 % dos pacientes podem apresentar pedras na vesícula durante o processo de emagrecimento.

Derivação Bilio Pancreática com duodenal Switch ou cirurgia de Hess: é realizada uma ressecção longitudinal do estômago, preservando a sua anatomia e fisiologia básicas. Uma pequena porção do duodeno (primeira porção do intestino delgado) também é preservada, contribuindo para melhor absorção de nutrientes como proteínas, cálcio, ferro e vitamina B12.  O alimento segue por um caminho, enquanto os sucos digestivos (bile e suco pancreático) seguem por outro. Encontrando-se apenas a 100cm de acabar o intestino delgado. Isto inibe a absorção de caloriase nutrientes levando ao emagrecimento.

Mista

São aquelas que fazem uma limitação ao volume de alimento sólido ingerido e um desvio menor no trânsito do alimento no trato gastrointestinal.

O método utilizado é Gastroplastia vertical com by-pass em y de Roux, também chamada de Capella. É uma cirurgia onde além da restrição causada pela diminuição do volume do estômago, ocorre uma pequena disabsorção dos alimentos, porque eles deixam de passar pela primeira parte do intestino delgado.

Tipos e Metodos Cirtugicos 01

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook