Atualizado em: 3 agosto 2011

Tétano - Sintomas e Tratamentos

O tétano é uma doença muito conhecida, mas pouco entendida. Saiba mais sobre essa doença, quais seus sintomas, como prevenir e como é o seu tratamento.


Estamos sujeitos a adoecer em qualquer lugar e em qualquer situação. Muitos lugares estão contaminados com bactérias e vírus e por mais que nos cuidemos, muitas vezes é inevitável contrair algum tipo de doença. O manuseio de objetos contaminados fazem com que corramos riscos sempre de adquirir um tétano, por exemplo. Muitas pessoas não sabem o que é o tétano e nem como essa doença é adquirida. Conheça mais sobre ela aqui e saiba os devidos cuidados que se deve ter contra essa doença.

O que é?

O tétano é uma infecção grave que é causada por uma toxina vinda de uma bactéria chamada Clostridium. Essa bactéria libera essa toxina que adentra o nosso organismo através da pele em lugares com cortes, arranhões ou mordidas de bicho. É preciso muita atenção, pois o tétano é uma doença contagiosa que é encontrada em fezes de animais e de humanos que ficam depositados na areia ou na terra. Essa infecção acontece através da entrada de bactérias através de qualquer ferimento que sirva de porta de entrada.

publicidade:

Sintomas

O que realmente ocasiona a doença é a toxina liberada pela bactéria. Essa toxina uma vez liberada em um indivíduo, ela causa espasmos musculares começando nos músculos do pescoço e nos músculos da mastigação e causa uma rigidez progressiva, atingindo até os músculos mais vitais, como os músculos respiratórios.

As complicações do tétano são bem graves e é preciso que a pessoa seja internada em uma Unidade de tratamento Intensivo.

Tratamento e prevenção

O tratamento é baseado em cuidados gerais com o paciente, utilização de medicamentos como antibióticos, sedativos e relaxantes musculares. É importante que haja limpeza dos ferimentos e que seja aplicado o soro anti-tetânico.

Para evitar esses transtornos, é muito mais fácil que haja a prevenção através da vacina anti-tétano. Basta ir a um posto de saúde e se informar sobre a vacina. Evite que essa doença chegue até você. A vacina é gratuita e pode ser tomada nos postos de vacinação. São 3 doses que são reforçadas a cada 10 anos. A população também deve ser ensinada de que todos os ferimentos sujos, fraturas expostas, mordidas de animais e queimaduras devem ser bem limpos e tratados adequadamente para não proliferar a bactéria pelo organismo.

 

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook