Atualizado em: 1 abril 2013

TAG Transtorno da Ansiedade Generalizada

Se o Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG) se instalar na pessoa por um tempo longo, pode levar a pessoa a desenvolver a depressão e transtornos fisiológicos.
Você Sabia?
Que a principal característica do Transtorno de Ansiedade Generalizada é a preocupação excessiva.
Transtorno de Ansiedade Generalizada 1

A ansiedade é uma reação normal diante de situações que podem provocar medo

Muitas pessoas apresentam uma  preocupação excessiva, constante com diversos aspectos da sua vida cotidiana . Qualquer parte da vida da pessoa seja trabalho, família, saúde, situação financeira, pode se transformar num grande problema. Onde o indivíduo tem uma percepção de riscos desproporcional ao que a situação realmente apresenta.

A preocupação é crescente, difícil de controlar e resistente à argumentação, sendo que muitas vezes a preocupação passa de um aspecto da vida para outro. A pessoa deve procurar uma ajuda médica, pois esta com todos os indicativos da TAG (Transtorno de Ansiedade Generalizada).

publicidade:

Informação

O Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG) é caracterizado por ansiedade excessiva onde as preocupações são claramente desproporcionais acerca de vários temas.

O Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG) é uma doença comum. Sendo que os genes podem ser fatores determinantes, mas o estresse também pode contribuir para o desenvolvimento da doença.

Qualquer pessoa pode desenvolver esse transtorno, até crianças. Na maioria dos casos, as pessoas com essa doença afirmam não lembrar de um período em que não eram ansiosas. Entretanto o TAG(Transtorno de Ansiedade Generalizada) ocorre com um pouco mais de frequência em mulheres do que em homens.

Os sintomas físicos mais comuns são:

  • mãos frias (úmidas)
  • tensão e dores musculares
  • cansaço
  • boca seca
  • suor excessivo
  • náusea e diarreia
  • frequência urinária
  • dificuldade para engolir ou “nó na garganta

Os sintomas comportamentais mais frequentes são:

  • inquietação
  • nervosismo
  • irritabilidade
  • brancos (falha de memória)
  • falta de concentração

Tratamento:

O tratamento do TAG inclui o uso de medicamentos antidepressivos ou ansiolíticos, sob orientação médica, e a terapia comportamental cognitiva.

O tratamento farmacológico geralmente precisa ser mantido por seis a doze meses depois do desaparecimento dos sintomas e deve ser descontinuado em doses decrescentes.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook