Atualizado em: 5 dezembro 2013

Sintomas Comuns de Depressão Pós-Parto

Saiba que a depressão pós-parto é uma depressão moderada ou grave, desencadeada poucas semanas após o parto
Você Sabia?
Que a depressão é considerado o quinto maior problema de saúde pública do mundo, onde atinge 121 milhões de pessoas de todos os sexos e em todas as faixas etárias.
download (1)

A depressão provoca tristeza, pessimismo e baixa autoestima

A depressão pós-parto é um mal que acomete cerca de dez por cento de todas as mulheres do mundo segundo pesquisas oficiais, mas, alguns estudos apontam a possibilidade do número ser bem maior. Esses estudos descobriram que muitas mulheres sofrem de depressão pós-parto e não sabem.

A depressão pós-parto não é somente uma melancolia passageira após o nascimento do bebê, ela é uma depressão mais profunda e que só piora com o tempo e deve ser tratada. Aprenda quais são os sintomas mais comuns da depressão pós-parto.

publicidade:

Sintomas de Depressão

Os sintomas mais comuns da depressão pós-parto são os sintomas que caracterizam qualquer tipo de depressão. A mulher sente desânimo, apatia – que é quando ela não reage emocionalmente a nada, falta de alegria em relação à coisas que normalmente lhe trariam esse sentimento, falta de desejo sexual, acha difícil e não tem vontade de fazer as coisas mais simples como tomar banho ou pentear os cabelos, insônia.

Além da falta de energia, a depressão pós-parto também pode apresentar sinais de ansiedade crônica como sudorese, palpitações, tremores, ataques de pânico, pensamentos intrusivos e obsessivos, muitas vezes sendo pensamentos de negativo contra a pessoa ou contra aqueles que ela ama e convive. Muitas mães com esse quadro são acometidas por pensamento de suicídio ou de machucar a si mesma. Esses pensamentos são, também, muitas vezes voltadas ao bebê, como machuca-lo e mata-lo de várias formas.

Tratamento

O tratamento deve ser feito o mais rápido possível e levado a sério. Muitas mães passam por isso devido ao sobe e desce dos hormônios após a gravidez, e também por terem propensão a depressão anteriormente, mas não é possível, ainda, saber quem terá ou não.

Vídeo sobre Depressão Pós-Parto

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook