Atualizado em: 10 abril 2012

Síndrome de Crouzon – Caracterísiticas

Para quem não sabe, este tipo de síndrome é uma infecção rara e que compromete o desenvolvimento do esqueleto crânio facial e que, apesar de incomum, possui 50% de risco de transmissão quando um dos pais possui a doença.
Você Sabia?
Síndrome de Down ou Trissomia do cromossoma 21 é um distúrbio genético causado pela presença de um cromossomo 21 extra total ou parcialmente.
Síndrome de Crouzon - Caracterísiticas

Foto: Divulgação.

Muitos já devem ter ouvido falar da doença Síndrome de Crouzon já que é algo que foi apresentado em muitos programas de TV e foi explicado em palestras realizadas nas escolas. Enfim, uma doença que em muitos casos alguns até sabem o que a pessoa tem, mas não se recordam do nome.

A Síndrome

Para aqueles que não conhecem a Síndrome de Crouzon, vamos citar como e quais os motivos da síndrome aparacer na vida das pessoas. Conhecida também disostose crânio facial, a Síndrome de Crouzon foi descrita pela primeira vez no ano de 1921 por Louis Crouzon.

publicidade:

De acordo com pesquisas recentes, a síndrome se constitui com um dos tipos das síndromes do grupo das craniossinostoses (algo que se relaciona ao grupo heterogêneo de síndromes e que caracteriza-se por uma fusão ou sinostose). Hoje em dia, esta síndrome tornou-se alvo de debates nas escolas e nas faculdades de medicina. Não que  essa Síndrome de Crouzon não era citada anteriormente, mas, com o aparecimento de atores que tem a doença aparecendo na TV, os debates se elevam em relação à pesquisas e aprendizagem na parte da saúde.

Na maioria das vez, as pessoas que tem a Síndrome de Crouzon mostram na face do rosto que realmente tem a síndrome, que aparece desde o nascimento rapidamente. A Síndrome de Crouzon, associada com a de Apert, é a mais conhecida e incidente, podendo ser diferenciada da simples craniostenose pela sua associação com malformações faciais.

– Para quem não sabe, este tipo de síndrome trata-se de uma infecção rara e que compromete o desenvolvimento do esqueleto crânio facial e que, apesar de incomum, possui 50% de risco de transmissão quando um dos pais possui a doença.


Suas Principais Características

Em relação a distinção do sexo, não há diferença algumas. A síndrome pode contagiar ambas as pessoas, no entanto as craniostenoses dos tipos sagitais e metópicas ocorrem com mais frequência no sexo masculino, enquanto a craniostenose coronal é mais encontrada no sexo feminino. Para quem não sabe, esta síndrome pode ser evidenciada no nascimento ou durante a infância e é progressiva desde o primeiro ano de vida.

Existem ainda formas precoces e congênitas da doença nas quais a sinostose começa ainda dentro do útero e já é manifestada ao nascimento. Por conta disso, é possível que o bebê tenha deformidades faciais, como a hipoplasia maxilar superior e exoftalmia.

A Síndrome de Crouzon pode gerar alguns preconceitos, mas isso ocorre em todos os lugares. O mais importante é que os pais e responsáveis pela pessoa que tem a síndrome sejam carinhosos e lutem para cuidar do seu filho(a). Muitos se perguntam se esta síndrome tem ou não a cura. Atualmente, a doença, que pode gerar alterações em todos os sistemas do corpo, deve ser tratada com cirurgias ao longo de toda a vida.

Mais algumas das características da Síndrome de Crouzon

  • Deformidades no crânio.
  • A cabeça passa a adotar um aspecto de torre e a nuca fica mais achatada.
  • Alterações faciais como olhos protuberantes e mais afastados que o normal.
  • Nariz alargado, estrabismo, ceratoconjuntivite, diferença no tamanho das pupilas.
  • Movimentos rápidos e repetitivos dos olhos.
  • QI abaixo do normal.
  • Surdez.
  • Dificuldade de aprendizagem.
  • Mal formação cardíaca.
  • Transtorno do deficit de atenção.
  • Alterações do comportamento.
  • Manchas aveludas de cor marrom à preta na virilha, pescoço e/ou debaixo do braço.

Clique aqui para saber outros detalhes sobre a Síndrome de Crouzon.

Síndrome de Crouzon - Caracterísiticas (6)Síndrome de Crouzon - Caracterísiticas (5)Síndrome de Crouzon - Caracterísiticas (4)Síndrome de Crouzon - Caracterísiticas (3)Síndrome de Crouzon - Caracterísiticas (1)Síndrome de Crouzon - Caracterísiticas

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook