Atualizado em: 9 outubro 2013

Síndrome de Borderline ou transtorno de personalidade Limítrofe

A expressão borderline foi utilizada primeiramente em 1884, pelo psiquiatra inglês Hughes, que assim se referia às ocorrências de loucura, portanto fique liga as informações mais abaixo.
Você Sabia?
Que na década de 1960 e 1970, houve uma mudança de pensamento a respeito da síndrome borderline.
mi_1974278046403591

Síndrome de Borderline é uma grave doença psicológica.

A Síndrome de Bordeline que também é chamada de transtorno de personalidade Limítrofe é uma expressão que é utilizada há mais de um século por pesquisadores de campo mental, onde dela se valem para apontar uma série de modificações nos limites entre toda a neurose e a psicose, ou ainda como diriam alguns nas linhas de demarcação existentes entre a razão e a loucura.

Com isto a pessoa que vem atingida por este tipo de problema apresenta um problema psíquico bastante sério, principalmente no que diz aos efeitos efetivos, além de não ter uma dominação completa de impulsos, em interações com outras pessoas e em sua auto imagem.

publicidade:

Sobre o Diagnóstico

Os diagnósticos deste tipo de perturbação mental vem facilitados pelos próprios transtornos que são causados por vários tipos de sintomas que fazem parte do entorno do paciente, e principalmente por atingirem os seus familiares. Na maioria dos casos o indivíduo acaba não ultrapassando os limites de normalidade, e por isso é raro que ele possa ser enquadrado em estados emocionais que são próximos do bordeline como por exemplo sistemas de esquizofrenia, depressão ou mesmo transtornos bipolares.

Este é um problema que talvez não seja muito conhecido, apesar de afetar de forma indiscriminada pessoas de várias classes sociais, tanto célebres como anônimas, e particularmente as mulheres. Atualmente os exemplos mais famosos de personalidade de bordeline, era o da falecida cantora Amy Winehouse, esta que revelava em seu quadro vários tipos de dimensões radicais como por exemplo os traços de autodestruição, estes que englobam a automutilação, cortes na pele e até mesmo ameaças e tentativas de suicídio.

Informações

Existem muitos casos de consumo de drogas intensos, além de arrebatamentos verbais, ataques de agressividade, alucinações passageiras, sem levar em conta em todas as alterações de humor que se apresentavam na artista que ás vezes estava agitada, ás vezes passiva, e ás vezes entristecida.

Estes pacientes tem uma grande dificuldade para se relacionar e com isto fatores genéticos, bem como abusos sexuais, violência, entre outros processos são apenas algumas das causas diversas apontadas para o início deste transtorno.

Vídeo sobre a Síndrome de Borderline

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook