Atualizado em: 16 fevereiro 2012

Saiba o que é Urticária Aquosa - Sintomas e tratamento

Urticária Aquosa, uma doença rara, porém existente e que afeta drasticamente a vida de algumas pessoas. Fique sabendo o que é e como tratar
Você Sabia?
No caso dos bebês é importante ficar muito mais atento. Se você perceber dificuldades ao respirar, inchaço na língua ou no rosto e regiões avermelhadas, fique atento as crianças não têm discernimento e podem com facilidade apresentar sintomas alérgicos, verifique com o pediatra se pode ser urticária.
Urticária

Urticária Aquosa: o mínimo de contato com a água pode causar alergia (Foto: Divulgação)

A urticária é uma reação alergia que tem como característica a lesão na pele. O individuo é avesso a algum tipo de medicamento, substância inalada, alimento, agente físico, como, frio, calor ou pressão e até mesmo à água.

No caso da urticária aquosa a pessoa tem alergia pelo simples fato de entrar contato com água. Isso acontece, pois um tipo de célula que recebe o nome de mastócitos, presente na pele é ativada e libera substâncias químicas responsáveis pelos sintomas da doença.

publicidade:

A histamina é uma dessas substâncias, ela é mediadora dos processos inflamatórios e também modula os processos fisiológicos, tais como proliferação celular, processos alérgicos, entre outros, ou seja, ela defende o organismo das alergias, se for afetada não funciona como deveria.

Para se ter uma ideia, alguém afetado pela urticária aquosa pode ter uma reação alérgica a partir do mínimo de contato com a água. Realizar tarefas domésticas, entrar no mar ou piscina, tomar banho são atividades que podem fazer com que o problema se manifeste.

Os graus de urticária

Urticária Aguda – As lesões na pele podem ser desde pequenas manchas avermelhadas até as maiores que juntas podem chegar a atingir áreas maiores e inchar. Nesse caso, a duração das lesões pode até durar pouco tempo, porém elas podem voltar em outras regiões do corpo.

Urticária Crônica – Aqui o aspecto das lesões pode não ser muito diferente da anterior, o que difere uma situação da outra é que nessa elas podem durar mais tempo e perdurar por mais de 20 anos. Uma situação que também pode ocorrer é que as lesões podem aparecer e desaparecer continuamente.

Sintomas

É preciso que um especialista detecte o que te faz ter reações alérgicas, pois é preciso eliminar ou evitar ao máximo a utilização do produto ou qualquer que seja a substância.

Um problema encontrado por alguém que tenha a urticária é que ela só irá se manifestar após o contato ou ingestão do alimento, da água, a exposição ao sol ou ao frio. Quando isso acontecer uma coceira se instalará no local, talvez um pouco de dor na região, inchaço procure um dermatologista imediatamente.

Depois de diagnosticado o problema é imprescindível tomar os devidos cuidados e eliminar os causadores da sua vida.

Para os que sofrem de urticária aquosa a dica é tomar banhos rápidos e evitar o contato com a água de todas as formas, pois há casos em que a pessoas podem apenas utilizar panos úmidos para se lavar.

Urticária 1

A urticária precisa ser tratada com remédios anti-histamínicos (Foto: Divulgação)

Tratamento

Você está lembrado da histamina, aquela substância que protege o sistema imunológico das alergias? Pois bem, os sintomas provocados pela ação dela precisam ser combatidos e para isso os anti-histamínicos precisam entrar em ação.

Nos casos de crises mais graves é necessário tratar com injeções de adrenalina e corticóides, porém o tratamento nunca tem efeito imediato, o importante é evitar coçar para não piorar a situação das lesões, seguir a risca as indicações médicas e sempre evitar o contato com a substância que causa a alergia, pode ser uma tarefa difícil, porém é necessária.

Compressas de loção de calamina podem ajudar a combater a forte coceira que se instala na região da urticária, porém eliminar a coceira não é o remédio. O fato é que quanto mais fricção em cima das lesões, pior elas ficam, a dor e ardência nesses casos são quase que inevitáveis.

Um caso real

Apesar de ser rara a urticária aquosa atinge algumas pessoas e essa semana vários veículos midiáticos contaram a história de uma jovem inglesa que sequer pode beijar o noivo por conta da sua doença.

Ela é Rachel Prince e tem alergia a água, o que a impossibilita de tomar banhos demorados, beijar por causa da saliva, ir à praia ou mesmo tomar um copo d’água, pois sua garganta pode inchar.

Rachel

Rachel Prince diante de uma das crises de urticária após banho (Foto: Divulgação)

Em uma entrevista ao “Daily Mail” Rachel disse que é ruim tudo isso e que ela gostaria de manter uma relação normal com o noivo Lee Warwick, porém um simples beijo na bochecha a faz ter crises alérgicas. O lado bom da coisa, salienta a jovem é que o responsável por fazer as tarefas de casa que precisam de água para serem realizadas fica por conta de Lee.

Rachel percebeu que tinha a doença aos 12 aos e de lá para cá sua vida mudou drasticamente, o que ela mais gostava de fazer era mergulhar no mar, depois da descoberta isso se tornou impossível. Lee diz que é difícil enfrentar esse tipo de situação, embora já esteja acostumado, eles estão juntos desde 2007.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook