Atualizado em: 18 abril 2012

Saiba o que é anencéfalo

Confira mais informações sobre essa patologia e veja como se prevenir contra essa doença fatal que atinge 5 % das mulheres.
Você Sabia?
O Supremo Tribunal Federal decidiu que o abordo de fetos que apresentam quadros da doença anencéfalo não será crime no país.

Saiba mais informaçõpes sobre o que é anencéfalo neste post. (Foto/Divulgação)

A anencefalia é uma malformação que apresenta quadros bem raros em todo o mundo. Durante o 16º até o 26º dia de gestação, essa doença é conhecida pela falta parcial do encéfalo e da carlota do crânio, que acaba causando um defeito na fechadura do tubo neural no processo de formação embrionária.

Essa patologia é muito complicada de lidar, pois ela é letal. Os bebês que apresentam essa doença tem um tempo de vida muito curto.

publicidade:

Tempo estimado para o diagnóstico

Esse quadro pode ser diagnosticado logo nas primeiras semanas de gestação. Para ser direto, ele pode ser descoberto em torno da 12ª semana. Por isso, é sempre feito um exame de ultra-sonografia para visualizar o segmento cefálico fetal. No entanto, nem sempre já dá para perceber esse problema.

Atenção com a saúde das mães

Todas as mulheres tem 5% de risco de incidência a cada gravidez para ter um filho com anencefalia. No entanto, essa probabilidade pode aumentar caso a mãe tem um quadro muito forte de diabete. De acordo com os especialistas, a mãe que tem diabetes tem seis vezes mais chance dos seus filhos nascerem com essa patologia.

Mas não só as mães diabéticas que tem que estar cientes. Se você quer tentar evitar esse tipo de acontecimento em sua vida, procure um bom médico antes de engravidar  já que existe uma forma de prevenção dessa doença. Ainda de acordo com os especialistas, é muito indicado à ingestão de ácido fólico antes e no processo de gestação.

Nesses últimos tempos, os avanços da tecnologia proporcionaram exames mais detalhados e precisos para esse tipo de malformação fetal. Sendo assim, vários juízes acabaram assinando uma autorização de que nesses casos a mãe pode escolher ficar ou não com o filho. Esse assunto acabou gerando grandes debates e foi alvo de muitos protestos por conta dessa questão.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook