Atualizado em: 10 julho 2013

Retirada das Amígdalas: Como é feita a cirurgia e quais os benefícios

O jogador Neymar foi submetido á cirurgia de retirada das amígdalas para melhorar a sua respiração durante as partidas de futebol e durante o sono.
Você Sabia?
Que as cirurgias para retirada das amígdalas sempre causaram polêmica na medicina nos anos 60
Retirada das Amígdalas 1

O procedimento de remoção das amídalas é chamado amigdalectomia

A retirada das amígdalas é feita sob anestesia geral, normalmente pela manhã, por causa da necessidade do jejum prévio do paciente. O médico retira as amígdalas através da boca do paciente, sem fazer cortes por fora da pele, sendo que este procedimento tem uma duração de  aproximadamente 45 minutos. Em alguns casos serão necessários uns dois ou três pontos, que não precisam ser retirados porque serão absorvidos pelo organismo.

Depois de acordar, o paciente é levado para uma sala de recuperação pós-cirúrgica. Enfim a retirada das amígdalas é uma cirurgia relativamente simples. O paciente precisa permanecer no hospital por  no mínimo 8 horas, mas geralmente o paciente pernoita no hospital. Após receber a  alta hospitalar, o paciente deve seguir  restrições das atividades físicas por 10 a 14 dias e restrições alimentares por uma semana.

publicidade:

Benefícios

Já quanto aos benefícios da retirada das amígdalas podemos citar a melhora na respiração das pessoas que sofriam de dificuldade na respiração, principalmente durante o sono devido ao aumento das amígdalas.

Esta apneia e até ronco durante o sono foi fonte de estudo pelo Hospital Edmundo Vasconcelos, em São Paulo, onde uma pesquisa feita com 26 crianças entre 3 à 8 anos, que apresentavam um aumento no tamanho das amígdalas, onde se verificou que este problema prejudicava o sono destas crianças, e provocava o ronco e apneia (paradas respiratórias) nelas.

Além de atrapalhar o sono destas crianças que acordavam cansadas e não conseguiam se concentrar nas suas tarefas, há o fato de que o hormônio do crescimento é liberado durante o sono e em quem tem apneia e ronco o nível de hormônio liberado é bem menor, e isso atrapalha o crescimento da pessoa.

Mas somente um otorrinolaringologista pode fazer a avaliação da necessidade da cirurgia da retirada de amígdalas.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook