Atualizado em: 26 outubro 2012

Remédios que devem ser evitados na gravidez

Confira alguns dos medicamentos em que você deve passar longe e nem pensam e ingerir durante a sua gestação. Veja cada um deles e descubra o porque de serem evitados.
Você Sabia?
Algumas massagens relaxantes e uma boa acupuntura, são algumas das otimas dicas que você pode realizar para trazer conforto na hora de dormir e passar toda sua gestação.

Alguns do Remédios que devem ser evitados na gravidez, para não trazer complicações para a sua saúde e do bebê. (Divulgação)

Sabemos que quando estamos grávidas, o nosso corpo fica emprestado para algo maior. Como os medicamentos nunca foram testados em nenhuma mulher grávida, não se sabe ao certo a extensão e os danos que os mesmos podem causar.

Mal ao Bebê

O que se sabe é que em pequenas doses, alguns medicamentos não fazem mal para o bebe, como é o caso do Tylenol, que contém o Paracetamol, indicado para cólicas, resfriados e algumas dores de cabeça. Já alguns anti-inflamatórios devem ser evitados, porque os mesmos causam um ambiente hostil para a fase de implantação do óvulo. Contudo, há ainda alguns medicamentos que são extremamente proibidos durante a gestação justamente por causarem má formação no feto e muitas vezes provocam o aborto pelo corpo, devido a medicação ingerida.

publicidade:

Remédios a serem evitados

Varfarina: anticoagulante
Isotretinoína e ácido retinoico: remédios para acnes
Sumatriptano e propranolol: remédios de enxaqueca
Espironactona: bloqueam o canal cálcico.
Cortisona: inflamações em geral
Cimetidina: qualquer alteração gastrointestinal
Colchina ou alopurinol: usados em tratamento de gota

Não Use!!!

Importante ressaltar que se você fizer uso de qualquer um desses medicamentos, imediatamente você deverá avisar um médico e suspender o uso. Sempre que precisar, ou sentir um mal estar, relate a seu médico também para que ele possa de ajudar. Não use qualquer creme vaginal sem o consentimento dele. Às vezes é uma atitude simples e aparentemente inofensiva, mas que põe em risco não só a sua vida, mas a do seu filho também. Fique atenta e de olho aberto.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook