Atualizado em: 17 julho 2012

Truvada - Remédio contra vírus da Aids

Foi aprovada nos Estados Unidos, a primeiro tipo de remedio que pode prevenir a ação do Virus da Aids o que poderia revolucionar a medicina. Confira mais sobre o remedio.
Você Sabia?
Um dos Astros do Basquete, o incrivel Magic Johnson é um dos famosos que luta contra o virus da AIDS adquirida no inicio dos anos 90. Ele se e mais de 6 milhões de pessoas que sofrem com o HIV seriam beneficiados a esse novo tratamento, via remedio.

Considerada a mais nova ferramenta para a prevenção do HIV, a Truvada será a primeira pilula para ajudar esse grupo de risco. (Divulgação)

Uma das soluções para conseguir reduzir uma das doenças sem cura no mundo, com o auxilio da Agencia Federal de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos, em anuncio feito hoje (16), o remédio  Truvada será a Pílula contra o vírus da AIDS, e está será desenvolvida pelo laboratório de Gilead Sciences, com o intuito de prevenir o avanço do Vírus no organismo.

Primeiro Remédio

Considerado o primeiro remédio que é aprovado pela Agencia Federal, o remédio Truvada já é comercializado desde 2004 nos Estados Unidos, para auxiliar no tratamento de pacientes vitimas do vírus HIV . Ela é útil para prevenir até mesmo uma exposição entre ambos os sexos durante a relação. Em testes realizados, o Truvada apontou que o novo remédio pode reduzir o risco de HIV em homens homossexuais em 73%, sendo que antes essa porcentagem era apenas de 44%.

publicidade:

Nova prevenção

Segundo os estudos, aproximadamente 2500 pessoas tiveram relações homossexuais, e a maioria não teve infecção do HIV. Esse estudo teve a base de pessoas selecionadas, e uma combinação de miligramas com a Truvada, e com a entricitabina, ou pelo placebo, que são doses para prevenir o avanço da doença no ser humano.

O novo Remédio, a Truvafa é considerada até mesmo pelos cientistas como a ferramenta mais potente e nova para prever alguns dos sintomas do risco do virus. Ele já foi aprovado por via oral, e além de diminuir os riscos do HIV em 73% aos riscos de infecções, ele poderá revolucionar o mundo da medicina.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook