Atualizado em: 8 julho 2011

Celestamine: Bula, Preço e Posologia

Todas as informações sobre o medicamento Celestamine. Qual a sua indicação, a sua função e posologia. Saiba tudo aqui antes de administrar o remédio.

Nessa estação tudo vai mudando e com as mudanças, também fica mais fácil de se contaminar com algum vírus, pois no frio a tendência é que as pessoas fiquei mais juntas, procurando um calor humano. Além disso, muitos lugares ficam com portas e janelas fechadas por causa do frio, evitando assim que o ar circule, ficando mais fácil para a transmissão de diversos vírus que possam afetar o trato respiratório. Uma vez contaminado, é preciso fazer o uso de remédios que controlem e que ajudem a neutralizar nosso trato respiratório. Um desses medicamentos responsáveis por isso é o Celestamine.

Celestamine

É um medicamento indicado para tratar afecções alérgicas do aparelho respiratório, tais como: asma brônquica grave e rinite alérgica. Também é responsável por tratar outras afecções alérgicas, como as cutâneas e as inflamatórias oculares. É um medicamento que une o efeito do anti-inflamatório e do antialérgico da betametasona. Possui componentes responsáveis por desobstruir a auxiliar o trato respiratório, com uma pequena dosagem de corticosteroides.

publicidade:

Posologia

O que é recomendado é que a dosagem seja de 1 a 2 comprimidos de 3 a 4 vezes por dia, sendo estas após as refeições e ao deitar. A dosagem irá ser individual e deverá ser adaptada conforme a resposta for sendo obtida. Deverá ser tomado somente por adultos ou crianças maiores de 12 anos. É importante que a dose não ultrapasse 8 comprimidos por dia, para não causar os efeitos de super dosagem. Em crianças menores de 12 anos, o médico deverá ajustar a dosagem de acordo com a gravidade da enfermidade, e a dosagem não deverá exceder 4 comprimidos por dia. Uma vez que o corpo vá mostrando melhora, a dosagem deve ser diminuída gradualmente.

Contraindicação e Efeitos Colaterais

Este medicamento é contraindicado em casos de pacientes com infecção sistêmica causada por fungos, em prematuros, em pacientes que demonstram hipersensibilidade aos componentes contidos no remédio.

Se caso o remédio for administrado com uma dosagem muito grande, poderá causar algumas efeitos e ações adversas como: distúrbios eletrolíticos, musculoesqueléticos, gastrintestinais, derm.s, neurológicos, endócrinos, oftálmicos, metabólicos e psiquiátricos. Em caso de super dosagem, procure um médico rapidamente.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook