Atualizado em: 23 agosto 2010

Psoríase – Causas e Tratamento

Doença é sempre uma coisa desagradável seja ela qual for.

publicidade:

Se ela ainda mexer com nossa alto estima, piorou mais ainda.

A Psoríase é uma doença crônica e não-contagiosa da pele, que produz manchas secas e arredondadas e avermelhadas na pele, de tamanhos variados, cobertas por escamas brancas, cinzas ou branco-acinzentadas.

Os médicos não sabem ao certo o que causa a psoríase, embora acreditem que ela seja hereditária.

Por outro lado, pode ser que você tenha psoríase mesmo que não haja histórico da doença na família.

Ela geralmente ocorre entre os 20 e os 50 anos, mas pode aparecer em qualquer idade e ser diagnosticada até mesmo em crianças.

O comportamento da psoríase também é misterioso. Às vezes, pode ser moderada, com apenas algumas manchas. Mas no dia seguinte, manchas grandes e escamosas podem cobrir o corpo.

O tratamento é difícil, pois o que funciona para uma pessoa pode não fazer efeito em outra e os tratamentos que um dia foram eficazes para alguém geralmente se tornam ineficientes ou vice-versa.

Causas

Apesar de não saberem exatamente o que causa a psoríase, os médicos sabem que ela envolve uma alteração no sistema imunológico.

É considerada uma doença auto-imune, pois o sistema imunológico ataca por engano suas próprias células saudáveis.

Alguns leucócitos, chamados de células T, são estimulados em excesso e aceleram a descamação das células da pele. Na pele normal e saudável, as novas células levam cerca de um mês para migrarem para a superfície. Na pele de uma pessoa com psoríase, esse processo leva somente de três a quatro dias.

Esse crescimento acelerado das células é o que provoca a formação de manchas escamosas e avermelhadas na pele, chamadas de placas.

Além de não terem um bom aspecto, essas placas geralmente causam coceira e desconforto. Embora existam vários outros tipos de psoríase, esse que forma placas, conhecido como psoríase em placa, é o mais comum.

A psoríase também parece envolver um forte fator hereditário, embora somente 1/3 de seus portadores se lembrem de ter um parente com a doença.

Há uma relação entre psoríase e artrite que pode se somar ao quadro cutâneo.

Quando a psoríase aparece, o desenvolvimento da doença pode ser provocado de diversas maneiras.

Uma lesão na pele como um corte, pode provocar o aparecimento súbito da doença geralmente entre 8 a 18 dias após o trauma.

Mudanças de estação também afetam a psoríase: no inverno costuma haver uma piora da doença. Muitos pacientes também têm problemas maiores em períodos de estresse físico e emocional. As infecções, particularmente as do trato respiratório superior, podem agravar a psoríase.

Tratamento

Até agora, não há cura conhecida para a psoríase e o tratamento oferece somente alívio temporário dos sintomas.

A limpeza normal da pele, ao redor das áreas afetadas, é importante para prevenir infecções.

Loções e cremes a base de alcatrão vegetal (e outros componentes designados para remover as escamas) podem limpar a pele irritada e diminuir a coceira.

Outras formas de Tratamento

  • Terapêutica Biológica
  • Sistêmicos – via oral, injeções (também chamados internos).
  • Tópicos – pomadas, banhos sobre a pele.
  • Fototerapias – luz ultravioleta.
  • Tratamento combinados – tópicos + terapias + internos.
  • Psicoterapia.
  • Balneoterapia – banhos, barros, etc.
  • Climaterapia.
  • Acupuntura também ajuda no processo de cura, pois relaxa e alivia o estresse.
  • Cloreto de Magnésio

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook