Atualizado em: 6 novembro 2012

Características e Riscos da Psicose Infantil

As psicoses infantis são quadros psicopatológicos onde podemos observar perturbações mais ou menos marcadas, quer no campo cognitivo.
Você Sabia?
Que a psicose infantil é um campo de estudo que engloba diversas formas de manifestação, ao descrever o grupo das esquizofrenias, considerou que, em alguns casos, um dos sintomas seria a vida interior assumir uma preponderância patológica.

O termo psicose infantil foi introduzido no começo do século XX

A Psicose Infantil é um transtorno de personalidade onde a criança não consegue separar as coisas, possui conflitos entre Ego e realidade.

A psicose infantil é muito diferente da do adulto, pois a criança ainda está em fase de crescimento e de construção da sua personalidade, a psicose infantil não é nada além de uma estrutura psíquica não decidida o que pode ser provisório na vida da criança.

publicidade:

Características que uma Criança Psicótica apresenta

  • Dificuldade para se afastar da mãe
  • Problemas para compreender o que vê
  • Alterações significativas na forma ou conteúdo do discurso, repetindo de imediato palavras e/ou frases ouvidas (fala ecolálica), ou empregando-se de forma idiossincrática estereotipias verbais ou frases ouvidas anteriormente, sendo comum a inversão pronominal, referindo-se a ela mesma usando a terceira pessoa do singular ou o seu nome próprio;
  • Alterações significantes na produção da fala com relação ao volume, ritmo e modulação; habilidades especiais; conduta socialmente embaraçosa; e negação da transformação da alimentação líquida para sólida ou bulimia não diferenciada incorporando qualquer objeto pela boca.

Informação

Somente um profissional poderá com base em questionários e acompanhamentos, dar o diagnostico de psicose, são perguntas a respeito do relacionamento da criança em casa e com pessoas de fora, é importante notar o interesse da criança com relação a atividades que estão de acordo com a sua idade, como jogos e brincadeiras.

Nos casos onde a criança não se manifesta, evita o contato físico com outras pessoas, se incomoda com toques e barulhos é importante começar a se preocupar.Vale lembrar que sinais isolados não definem a doença, pois para saber se a criança sofre mesmo de psicose leva algum tempo e dura algumas sessões.

Vídeo sobre Psicose Infantil

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook