Atualizado em: 1 agosto 2011

Meningite: Métodos de Prevenção

Tudo sobre essa doença que afeta milhares de crianças e que é extremamente perigosa, a meningite. Saiba quais os cuidados, a prevenção e o tratamento da Meningite.

Nossa cabeça é algo completamente complexo, que determina diversas funções que ocorrem no nosso corpo, desde a dor que sentimos por algum trauma, até as sensações de prazer que são proporcionadas. Problemas no nosso cérebro são extremamente perigosos e colocam nossa vida em risco, podendo nos levar a morte. Existem diversas doenças que afetam nossa cabeça, entre elas a Meningite. Saiba mais sobre essa doença, o que ela pode causar e o seu tratamento.

O que é?

A meningite é uma infecção das membranas que recobrem o cérebro que ocorre através de agentes patológicos como vírus, bactérias, protozoários e fungos. É uma doença que é adquirida através de um germe e normalmente está ligado a um quadro infeccioso pulmonar, otites, amigdalites ou traumas cranioencefalicos. A infecção acontece através de germes colonizadores da cavidade nasal podem adentrar a cavidade craniana e contaminar as meninges.

publicidade:

Problemas no sistema imunológico ou doenças do sistema imunológico, tais como AIDS, Lupus, entre outras, tornam o indivíduo mais suscetível ao aparecimento de doenças como a Meningite. Isso ocorre principalmente quando a meningite for desencadeada por fungos ou protozoários.

Sintomas

Cada doença possui o seu quadro clínico e quando um indivíduo foi contaminado e se encontra com Meningite, os sintomas da Meningite são:

  • Cefaleia intensa
  • Náuseas
  • Vômitos
  • Confusão mental
  • Febre
  • Irritabilidade
  • Prostração
  • Vômitos
  • Convulsões

Tratamento e Prevenção

O diagnóstico da Meningite é feito através da anamnese e de exame físico completo feito com o paciente, mas somente através do exame de líquor que a doença é diagnosticada, aonde é coletado o líquido da espinha lombar. Juntamente com a tomografia do crânio, é possível ter o diagnostico fechado da doença.

A prevenção é possível nos casos diagnosticados e com certeza da doença. O uso de máscaras e a profilaxia com antibiótico podem prevenir a meningite das pessoas que estiverem em contato próximo a um paciente que esteja com a infecção.

O tratamento é considerado uma emergência, principalmente se a suspeita etiológica for bacteriana. Ele deve ser iniciado o mais rápido possível e com antibióticos administrados via endovenosa, pois o paciente corre o risco de vida e de apresentar seqüelas graves nestes casos. Na suspeita de meningite crônica, como aquela provocada pela tuberculose, o tratamento pode ser administrado via oral, sendo que o mesmo se prolonga por semanas.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook