Modificado em: 2 agosto 2011

Como Prevenir a Mononucleose

Uma doença fácil de pegar, mas que deixa a pessoa debilitada. Saiba qual a sua causa, quais os sintomas e como fazer para prevenir a mononucleose.
A mononucleose é a famosa “doença do beijo”, doença que é transmitida através do beijo. É uma infecção causada pelo vírus Epstein-Barr vírus. Beijar pode espalhar a doença, mas ela pode, às vezes, ser transmitida indiretamente por muco e saliva lançados ao ar quando uma pessoa infectada tosse ou espirra.

Muitas pessoas são expostas ao vírus da Mononucleose, mas acabam não desenvolvendo a doença. O vírus pode ser encontrado na saliva seis meses ou mais após um caso de mononucleose. Devido ao fato de as pessoas serem portadoras do EBV por toda a vida, ele pode reaparecer na saliva periodicamente.

Sintomas

Pode ser facilmente diagnosticado através do exame de sangue para verificar se há a presença do vírus. É uma doença que tem como sintomas:

  • Febre
  • Garganta inflamada
  • Inchaço no baço e no fígado
  • Erupções na pele
  • Dor abdominal
  • Nódulos linfáticos
  • Musculatura dolorida 

Tratamento e Prevenção 

Para prevenir a Mononucleose, evite contatos diretos com pessoas que você não conhece e que não sabe se possuem o vírus ou não. Mesmo que a doença não seja perigosa e que desapareça sozinha, não indica que todos devem pegar e não devem se proteger. Por isso, é muito importante ter o conhecimento sobre a doença, prevenindo para não sofrer depois. A mononucleose desaparecerá sozinha em cerca de quatro semanas, mas adolescentes e adultos podem experimentar fadiga e fraqueza por diversos meses.

No caso da contaminação por mononucleose, o tratamento é baseado somente para controle dos sintomas, em visto que a doença desaparece e vai embora sozinha.

 

 


Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook