Atualizado em: 7 julho 2011

Leptospirose: Como Prevenir

Saiba tudo sobre essa doença tão comum em bairros com poucos recursos de higiene sanitária. Conheça todos os males que a Leptospirose causa, como prevenir e trata-la.

Existem diversas doenças que afeta tanto humanos quanto animais, tendo reações diferentes em cada um. Existem algumas doenças que simplesmente não se manifestam nos animais, mas que nos humanos acabam afetando gravemente a saúde e levando até a morte. Uma doença que é extremamente ameaçadora e que faz um grande mal se não tratada é a Leptospirose. Saiba mais sobre.

publicidade:

O que é?

A Leptospirose é uma doença bacteriana que é causada por uma bactéria do gênero Leptospira. Quando afeta humanos, normalmente causa inúmeros sintomas, mesmo tendo algumas pessoas que são infectadas sem manifestar nenhum sintoma. Mas o mais comum é que a pessoa identifique que está com a doença devido a aparição dos sintomas.

Sintomas

São diversos os sintomas manifestados pelo contágio da doença, dentre eles: febre alta, dor de cabeça forte, calafrio, dor muscular e vômito. Esses são os sintomas mais comuns que afetam grande parte das pessoas infectadas. Além desses, a leptospirose também pode causar outros sintomas, como: olhos e pele amarelada, olhos vermelhos, dor abdominal, diarréia e erupções na pele. Uma vez que essa doença não seja tratada, pode acarretar sérios riscos, agravando futuramente e podendo afetar grandes órgãos vitais como rins e causar até meningite e problemas respiratórios.

Em casos mais raros, a leptospirose pode levar a morte, devido ao não cuidado e não tratamento da doença. Além disso, o diagnóstico tardio também pode fazer com que os sintomas se agravem, levando o portador a morte, pois a leptospirose pode ser confundida com outra doença, já que seus sintomas são bem comuns. Mas o exame de urina e de sangue são imprescindíveis e dizem se há presença da bactéria ou não.

Como ocorre?

A doença ocorre normalmente por contato com água contaminada com urina de animais que estejam infectados. Como dito anteriormente, muitos animais podem carregar a bactéria, sem manifesta-la. Uma vez que o animal infectado tenha urinado na água e alguém faça a ingestão dessa água ou possua feridas que tenham contato com essa água, serão infectados pela bactéria, contraindo a doença.

Tratamento e Prevenção

A doença é tratada basicamente com antibióticos com a intenção de deter a bactéria. Para se prevenir contra essa doença, deve-se evitar transitar sem calçados em lugares em que a água pode ter sido contaminada. É preciso o uso de boas roupas e de bons calçados que oferecem a proteção ideal. Outro modo de se prevenir é fervendo a água antes de consumi-la, isso faz com que seja destruída qualquer bactéria alí presente. Em casos de dúvidas, o médico deverá ser consultado.

 

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook