Atualizado em: 31 março 2011

Prazo de Validade de Alimentos - Abertos e Congelados

Informações sobre alguns produtos e observações importantes sobre datas de validade.
TempoNão é conhecimento novo que a alimentação é uma necessidade que supera as vontades biológicas de manutenção do corpo e atinge o campo das sensações, bem no seio emocional. Portanto, é no saber alimentar-se – assim como no conhecer o que se come – que se constrói a relação inescapável entre o cotidiano contemporâneo e a complementaridade de uma saúde alimentar.

Possuir atenção às datas de validação dos alimentos consumidos é, conseqüentemente, uma precaução que visa à seguridade do próprio consumidor, uma vez que, deste modo, ele se preocupa em assegurar suas próprias condições e predileções.

Detalhes

Segundo recente artigo publicado pela ACTIVA, iogurtes – ainda que não seja aconselhável por perda nutricional – podem ser consumidos após dois dias, no máximo, após o prazo de validade. Porém, cheiros e cores fortes fora do normal são elementos considerados altamente perigosos e, quando de sua ocorrência, o produto não deve ser consumido.

No que concerne a queijos, a atenção vai para o aparecimento de bolor, o que pode ser retirado caso sua superfície de atuação seja pequeno. Não se deve consumir o queijo quando o bolor assumir superfícies maiores do queijo, no entanto.

Alimentos Congelados

De acordo com o mesmo artigo, alimentos congelados conseguem atingir um tempo de conservação de aproximadamente um ano e meio – considerando temperatura abaixo de 18ºC. Ainda que os alimentos sofram rápido congelamento antes de saírem da fábrica, não é interessante que a temperatura sofra quebras, seja no transporte até o mercado ou mesmo na conservação caseira do consumidor.

Alimentos DiversosOutras Informações

Lembre-se de que a informação sobre a data de validade na embalagem de todo e qualquer produto é obrigatória. A única exceção está para produtos hortícolas frescos e sem processamento. De qualquer forma, sua data de embalagem deve sempre ser informada.

Quanto menor o prazo de validade, menor a margem de erro na “previsão” de sua data. De qualquer forma, a data de validade está sempre suscetível ao erro, cabendo também ao consumidor a constante observação de violações à embalagem, elementos estranhos, cheiros suspeitos etc. de forma a evitar intoxicações ou problemas ainda maiores.


Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook