Atualizado em: 15 fevereiro 2011

Pirâmide Alimentar Atualizada

   A pirâmide alimentar foi concebida em meados dos anos 90, e mesmo não tendo muitos adeptos da área tornou-se indispensável em alguns consultórios de nutricionistas de todo o país. Em 2006 a pirâmide  sofreu algumas pequenas atualizações, acrescentando mais qualidade de vida ao programa alimentar apresentado pela mesma, os responsáveis por toda essa mudança é o Departamento de Nutrição da Escola de Saúde Pública da Universidade de Harvard.

   Destaque para os americanos no que diz respeito a base da pirâmide onde foram introduzidos EXERCÍCIOS FÍSICOS, foi uma maneira de alertar as pessoas sobre a importância de uma rotina onde houvesse um foco diário nas atividades físicas, assim como a rotina alimentar.

   Os criadores da nova pirâmide, enxergaram que a antiga pode ter ajudado diretamente no número de obesos no EUA. A antiga base era formada por carboidratos como batata, arroz branco e massas em geral, que na nova estão no topo onde são recomendados que tenha parcimônia ao ingeri-los.

    As gorduras, agora, tem uma ênfase maior na dieta em especial as saudáveis.

    As frutas e verduras são as fontes diversificadas de vitaminas, sais minerais e fibras.

    Os carboidratos mantém o destaque, porém, é destacada a escolha consciente do melhor a se ingerir.

    A adesão de castanhas, nozes, amendoins e amêndoas na dieta é estimulada, pois são ótimas fontes de proteínas, gorduras saudáveis, vitaminas e sais minerais.

    As proteínas ainda são uma das mais importantes da dieta, entretanto, deve-se escolher carnes magras como peixe e frango.

   No final é imprescindível saber que a pirâmide deve ser usada de uma forma imparcial, ou seja, sem interpretações errôneas sobre a mesma para que ela consiga ter efeitos significativos na saúde do usuário.


Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook