Atualizado em: 29 julho 2011

Pedra na vesícula (Cálculo biliar)

Tudo sobre esse mal que afeta milhares de brasileiros, os cálculos biliares. Como que as pedras na vesícula surgem e como se dá o tratamento para que haja retirada.

Normalmente, sabemos quando algo de errado está acontecendo com nosso organismo através das manifestações clínicas, como os sinais e sintomas. Quando há algo de errado com nosso intestino, por exemplo, sentimos cólicas ou sofremos de desarranjos intestinais. Mas existem alguns problemas que podem ou não manifestar-se no nosso organismo e nos dar sinal de alerta. Em alguns casos, o problema simplesmente não se manifesta, ficando muito difícil o seu diagnóstico e dificultando também em um tratamento bem sucedido. Pedras na vesícula, por exemplo, é um belo exemplo de problema que ocorre sem que desconfiemos, tendo ciência somente ao realizar um exame.

A vesícula

A vesícula biliar é uma estrutura que mede cerca de 7 a 10 cm de comprimento e possui uma cor verde escurecido devido ao conteúdo que possui, no caso, a bile. É uma estrutura que está ligada diretamente ao fígado e ao duodeno através do trato biliar.

publicidade:

A vesícula tem função de armazenar a bile que é produzida pelo fígado e liberada no intestino após cada refeição. A bile é uma substância responsável pela digestão das gorduras. A vesícula então, funciona como uma bolsa que armazena os sais contidos na bile que são extremamente ricos em colesterol. Sempre entre as refeições, a parte que é líquida que compõe a bile vai sendo absorvida pelas paredes da própria vesícula, fazendo com que ela vá ficando mais concentrada, com menor numero de água.  Através daí que os cálculos começam a ser formados.

O que são as pedras e como se formam?

Existe um nome científico para a presença de pedras na vesícula, é a chamada colelitíase. Algumas pessoas estranham quando são diagnosticadas com esse problema, mas não é nada preocupante. Embora sejam necessários extremos cuidados, principalmente se houver uma doença de base. Esse problema é muito comum em diversos países e afeta cerca de 20% da população mundial.

Essas pedras que são formadas dentro da vesícula são os chamados cálculos biliares, que são formações duras nos canais biliares.

A bile contém várias substancias que a aumentam, substancias essas que se depositam na vesícula e que com o passar de meses e anos podem se tornar cálculos através da união dessas substancias.

Tratamento

Dependendo da quantidade e do tamanho das pedras, o tratamento pode ser realizado através de medicamentos para retirada das pedras, pois o medicamentos as dissolve. Mas, muitos médicos já aconselham que haja a retirada completa da vesícula (colecistectomia), pois há grande probabilidade de haver formação de novos cálculos biliares.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook