Atualizado em: 3 agosto 2011

Pedra na Bexiga - Sintomas e Tratamento

Os cuidados que se deve ter com a saúde para evitar o aparecimento de pedras na bexiga. Saiba o porque que acontece e como se deve prevenir esses cálculos.

Nossos hábitos diários e nossos hábitos alimentares refletem diretamente no nosso organismo. Se costumamos comer comida com muita gordura, isso poderá influenciar no nosso colesterol e fazer com que tenhamos consequências futuramente. A ingestão de alimentos ricos em sal, gordura e outros componentes, pode interferir na nossa saúde de uma maneira ruim, fazendo com que tenhamos que nos cuidar futuramente. Um dos problemas mais comuns e que pode ser causado por hábitos assim, é o aparecimento de pedras, seja pedra na vesícula, pedra no rim ou na bexiga. Hoje falaremos mais sobre o aparecimento de pedra na bexiga

Cálculos

Não é de hoje que as pedras na bexiga vem causando sofrimento a grande parte da população. Há quatro milênios antes de Cristo, passando pela Grécia e Roma antigas, os médicos já descreviam casos de cálculos. Os cálculos urinários são muito frequentes, perdendo apenas para as doenças da próstata e para as infecções urinárias.  A relação homem mulher é de quatro homens para cada mulher afetada, predominando na terceira e quarta décadas de vida.

publicidade:

Causas

Muitas coisas podem contribuir para o aparecimento dos cálculos. Áreas de temperaturas elevadas e com grande umidade são predisponentes à formação de pedras, sendo observados muitos casos durante os meses quentes de verão devido ao maior grau de desidratação.

Além disso, a ingestão excessiva de alguns alimentos pode provocar certos distúrbios pré-existentes no nosso organismo, fator que propicia o desequilíbrio necessário para a formação destes cálculos. Dentre as substancias consumidas excessivamente que possam causar estão:

• Cálcio: o aumento de sua ingestão só deve ser controlado
• Sódio: sal de cozinha deve ser restringido para aproximadamente 1 colher de chá por dia.
• Proteínas: principalmente as de origem animal apresentam um efeito agravante quanto à formação dos cálculos.
• Ingestão de Líquidos: o aumento da ingestão de líquidos é provavelmente a orientação mais importante que deve ser dada para estes pacientes, chegando a reduzir em 60% a incidência destes cálculos.

Fatores genéticos também podem contribuir para o aumento da formação de cálculos, e algumas doenças como a GOTA.

 

 

 

 

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook