Atualizado em: 18 fevereiro 2013

O que fazer quando crianças engolem objetos: Bolinhas, Imãs, Moedas, entre outros

Saiba mais sobre o que fazer quando as crianças engolem objetos como moedas, imãs, bolinhas, entre outros.
Você Sabia?
A maior incidência de atendimento médico para crianças que engoliram objetos é sobre a ingestão de moedas!
crianças e objetos perigosos 2

Todo cuidado é bem vindo para que nada de mal venha a acontecer. (Reprodução)

Nos primeiros anos de vida as crianças tem uma tendência de levar tudo o que conseguem pegar à boca e isto leva as crianças a correrem o sério risco de engolirem todo tipo de objeto.

Muitas vezes esses objetos passam pelo trato digestivo e são eliminados através das fezes, mas outras vezes infelizmente ficam trancados dentro da criança e causam infecções graves ou até perfurações que podem levar ao óbito da criança.

publicidade:

Sempre Alerta!

Por tudo isso devemos ficar atentos e evitar deixar objetos pequenos ao alcance dos pequenos. Por exemplo, muitas crianças engolem imãs que fazem parte de seus brinquedos ou itens domésticos. O perigo é que a ingestão de ímãs pode obstruir a parede do intestino, pois os imãs são atraídos um pelo outro, causando bloqueio intestinal, o que leva a uma infecção no trato digestivo, que  se for grave provocaria uma necessidade imediata de cirurgia, para evitar o agravamento do quadro.

Os pais ou responsáveis devem levar a criança ao médico e fazer  a solicitação de uma radiografia simples abdominal, para se ter certeza da quantidade de imãs e se estão se agrupando ou se deslocando.

Outras Situações

Já em outras  situações poderá acontecer da criança engolir uma moeda e ela passar pelo esôfago e chegar ao estômago, progredindo pelo tubo digestivo, sendo eliminada, sem provocar dor ou outros sintomas. Mas se há a  suspeita de que a criança engoliu uma moeda, pode ser realizado um exame de Raio-X , identificando o objeto no tubo digestivo.

Se não há sintomas de agravamento do quadro da criança, o pediatra poderá optar por esperar 24 horas para realizar novo exame e ver se a moeda se movimentou em direção ao estômago e intestino. Quando um objeto consegue passar pelo esôfago e chegar até o estômago, a grande probabilidade é de que ele seja eliminado. Masse a moeda não se mover ou houver agravamento do quadro clínico da criança,  poderá ser necessária a endoscopia para a retirada.

Por tudo isso aqui citado se  perceber que seu filho ingeriu um corpo estranho, leve-o imediatamente ao hospital. O médico fará uma análise clínica e pedirá um raio-X da região do tórax e do abdômen, para localizar o objeto no organismo. Se o material estiver no esôfago, precisará ser retirado por meio da endoscopia, para que a criança consiga voltar a engolir.

Dica Ideal

Entretanto o ideal é esperar de 6 a 8 horas de jejum antes do procedimento médico, para evitar engasgos e facilitar a visualização do objeto. A exceção é quando a criança engoliu bateria alcalina, presente em brinquedos eletrônicos. A retirada deve ser imediata, porque, em 2 horas, a bateria alcalina  pode provocar queimaduras. O efeito é semelhante ao da soda cáustica

Outro grande problema são os  alfinetes, clipes, entre outros  objetos, que  podem seguir o caminho da  via respiratória. Se isto acontecer  a criança vai respirar com dificuldade. A procura por socorro médico imediato é fundamental. Pois será necessário desobstruir, por meio de cirurgia, a traqueia e brônquios, para evitar a morte por asfixia.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook