Atualizado em: 10 abril 2013

Lesões mais comuns em atletas

Em caso de lesões em atletas profissionais ou amadores o correto a fazer é procurar um médico para avaliação do caso e prescrição do tratamento.
Você Sabia?
Que a Tendinite é a inflamação de um tendão que surge usualmente através do excesso de repetições de um mesmo movimento.
atletico_calcanhar_dores_8_2_2013

As lesões e os machucados são muito comuns em atletas

As lesões acontecem com muita frequência tanto nos atletas profissionais como nos atletas amadores e ocorre, tanto pelo contato violento entre os atletas, como pelo excesso do exercício físico e também pelo exercício físico realizado de maneira errada.

Existem lesões que ocorrem nos atletas que são de fácil tratamento e recuperação e outras que necessitam de um tratamento mais longo e conforme a gravidade do caso até de cirurgia

publicidade:

Lesões mais comuns em Atletas

Contusão:  é uma lesão no músculo causada por um trauma direto que
provoca dor, inchaço e rigidez no local.

O tratamento para a contusão muscular inclui o uso de gelo no local, pomadas antiinflamatórias, injeções de corcosteróides, alongamentos e repouso.

Luxação: É a lesão que ocorre quando há a separação ou deslocamento de algum osso em relação à articulação, ou a perda do contato entre os ossos.  Ocorre muito em jogadores de vôlei, principalmente nos dedos e nos ombros.

O tratamento para luxação requer o reposicionamento dos ossos (feito por médico) e por vezes imobilização da articulação por alguns dias

Tendinite: é a inflamação, lesão e inchaço de um tendão, que é uma estrutura fibrosa que une o músculo ao osso.

O tratamento consiste em repouso e imobilização dos tendões afetados, aplicação de compressas quentes ou frias e a ingestão de antiinflamatórios e fisioterapia.

Entorse: é uma lesão que acontece quando a articulação sofre algum dano, como um deslocamento ou até mesmo uma parcial ruptura. Sendo que ocorrem nos joelhos e  nos tornozelos e a principal manifestação é a dor e também a incapacidade de realizar certas movimentos. Geralmente a pessoa não consegue apoiar o pé no chão.

O tratamento consiste em compressas de gelo, imobilização do local, antiinflammatórios e repouso.

Distensão Muscular: consiste no alongamento exagerado das fibras que formam os músculos, acompanhado da ruptura de algumas delas.

O tratamento consiste na aplicação imediata de compressas de gelo no local, antiinflamatórios e fisioterapia após 2 ou 3 dias da lesão.

Fratura: consiste na ruptura de um osso, provocada por pancada forte ou queda do atleta.

O tratamento para esta lesão deve ser indicado por um médico especialista, por ser uma lesão de maior gravidade, que se não for bem tratada pode encerrar a carreira do atleta.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook