Atualizado em: 4 abril 2013

Intolerância a Lactose depois de adulto: Como lidar

Atualmente a Intolerância à lactose atinge a maiorias dos adultos, onde pode aparecer logo após a ingestão de leite ou depois de horas
Você Sabia?
Que os primeiros carregamentos de leite condensado chegaram ao Brasil no final do século XIX, juntamente com a Farinha Láctea Nestlé.
intolerancia-a-lactose

A Intolerância à lactose atinge até 70% dos adultos brasileiros

Sobre a Intolerância a Lactose

Para aqueles que possuem intolerância a lactose, um simples copo de leite, um pedaço inofensivo de queijo branco pode fazer muito mal. Reações das mais diversas como gases, inchaço, náuseas, assadura na região anal e diarreia são alguns dos sintomas mais comuns.

Segundo pesquisas realizadas, cerca de 70% dos brasileiros adultos possuem intolerância a lactose, apresentando esses sintomas após ingerir um copo de leite de vaca. Em outras países como o Japão, praticamente todos os habitantes que tem idade superior a 80 anos tem algum tipo de intolerância.

publicidade:

Essa doença acontece porque a pessoa nasce com uma enzima que quebra a lactose (que é o açúcar do leite), ou então porque deixa de produzi-la ao longo da vida, seja por lesões no intestino ou seja por envelhecimento natural da idade. A gravidade dos sinais podem aparecer após você ingerir o leite, ou depois de algumas horas que você ingeriu, tudo varia muito de acordo com a quantidade que você consumiu e com tudo o que você poderia suportar.

Como Lidar

Existem grais leve, médio e grave de intolerância. A melhor coisa que você pode fazer é sempre procurar um medico para que ele veja se é o seu caso. Muitas vezes as pessoas tem que fazer tratamentos e conviver com a doença pelo resto da vida, mas tem seus sintomas melhorados de forma intensa. Os exames são feitos pelo SUS, inclusive, onde o paciente recebe uma dose de lactose ainda em jejum e depois de algumas horas, é observada a quantidade de glicose no sangue. Se não houver alteração a pessoa então é intolerante a lactose.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook